Durabilidade natural da madeira de espécies florestais exóticas e nativas

Autores

  • Ana Paula Camargo dos Santos
  • Carla Cristina Chiossi
  • Joel Telles de Souza
  • Maiara Talgatti
  • Amanda Grassmann da Silveira
  • Walmir Marques de Menezes
  • Rodrigo Coldebella

Resumo


Estudos que visam a determinação da durabilidade da madeira auxiliam na definição de parâmetros para prever a vida útil dos produtos à base desse material, permitindo desta forma realizar indicações de uso da madeira de maneira confiável. Diante do exposto, objetivou-se com o presente trabalho avaliar a durabilidade natural de cinco espécies florestais, sendo três nativas (Tetrorchidium rubrivenium, Maclura tinctoria e Parapiptadenia rigida) e duas exóticas (Hovenia dulcis e Tectona grandis). As amostras de madeira foram instaladas a campo de apodrecimento pelo delineamento inteiramente casualizado, onde permaneceram expostas pelo período de 240 dias, sendo que a cada 60 dias parte das amostras foram coletadas, afim de abservar a influência do tempo na deterioração do material. A medida que as amostras eram coletadas, as mesmas eram encaminhadas e armazenadas na câmara climatizada, com temperatura de 25°C e umidade relativa do ar de 60%, onde foram mantidas até atingirem massa constante, para então verificar a perda de massa e o índice de deterioração. Todas as espécies submetidas ao ensaio de campo de apodrecimento apresentaram alta durabilidade natural. As espécies florestais demonstraram alta resistência quanto a perda de massa, ao final dos 240 dias de exposição. Na análise visual o índice de deterioração indicou ataque moderado nas espécies Tetrorchidium rubrivenium, Maclura tinctoria e Hovenia dulcis, leve para Tectona grandis e sem indicativo de ataque para Parapiptadenia rigida.

Biografia do Autor

Amanda Grassmann da Silveira

Área:Tecnologia de Produtos Florestais

Downloads

Publicado

20-04-2019

Como Citar

SANTOS, A. P. C. dos; CHIOSSI, C. C.; SOUZA, J. T. de; TALGATTI, M.; SILVEIRA, A. G. da; MENEZES, W. M. de; COLDEBELLA, R. Durabilidade natural da madeira de espécies florestais exóticas e nativas. Scientia Agraria Paranaensis, [S. l.], v. 18, n. 1, p. 28–32, 2019. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/21011. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos Científicos