Physiological quality of corn seeds reinoculated with diazotrophic bacteria

Autores

  • Ricardo Felipe Braga Sousa
  • Vandeir Francisco Guimarães
  • Artur Soares Pinto Jr.
  • Andréia Cristina Peres Rodrigues Costa
  • Luiz Claudio Offemann
  • Felipe Fuchs
  • Gustavo Ferreira Coelho

DOI:

https://doi.org/10.18188/sap.v14i3.8753

Palavras-chave:

Azospirillum brasilense, Herbaspirillum seropedicae, seeds physiology, reinoculation, Zea mays

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade fisiológica de sementes de milho provenientes do cultivo associado com Azospirillum brasilense e Herbaspirillum seropedicae e reinoculadas com A. brasilense. As sementes utilizadas foram provenientes de cultivo em condições de campo, sendo os tratamentos: T1 - testemunha; T2 - 60 kg hectare-1 de N; T3 – inoculação (Azospirillum brasilense - AbV5); T4 - inoculação (Azospirillum brasilense) + 60 kg hectare-1 de N; T5 - inoculação (Herbaspirillum seropedicae - SmR1) e T6 - inoculação (Herbaspirillum seropedicae) + 60 kg hectare-1 de N. Foram separados dois lotes dos tratamentos, sendo um reinoculado com A. brasilense (AbV5). O delineamento foi inteiramente ao acaso com esquema fatorial (6x2), sendo seis tratamentos; com inoculação e reinoculadas. As sementes reinoculadas apresentaram maiores comprimentos, volumes e matéria seca de raízes e parte aérea, concluindo que a reinoculação com sementes promove um incremento no desenvolvimento inicial das plântulas.

Downloads

Publicado

18-09-2015

Como Citar

SOUSA, R. F. B.; GUIMARÃES, V. F.; PINTO JR., A. S.; COSTA, A. C. P. R.; OFFEMANN, L. C.; FUCHS, F.; COELHO, G. F. Physiological quality of corn seeds reinoculated with diazotrophic bacteria. Scientia Agraria Paranaensis, [S. l.], v. 14, n. 3, p. 148–153, 2015. DOI: 10.18188/sap.v14i3.8753. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/8753. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos Científicos