Fitossociologia de plantas daninhas em LATOSSOLO cultivado com diferentes cereais, manejados em integração lavoura pecuária

Autores

  • Jeferson Tiago Piano
  • Poliana Ferreira da Costa
  • Loreno Egídio Taffarel
  • Paulo Sérgio Rabello de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.18188/sap.v12i0.9559

Palavras-chave:

manejo, fitossociologia, cereais de inverno

Resumo


O presente trabalho de pesquisa teve como objetivo identificar a composição florística de comunidades de plantas daninhas presentes em área agrícola, cultivada com diferentes cereais de inverno e manejados sob sistema de integração lavoura pecuária. O trabalho foi desenvolvido em área experimental da Universidade Estadual do Oeste Paraná - Campus Marechal Cândido Rondon, em LATOSSOLO VERMELHO Eutrófico (LVe), com delineamento de blocos casualizados em esquema de faixas, com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos de três diferentes cereais de inverno (aveia IPR 126, triticale IPR 111 e trigo BRS Tarumã) com diferentes manejos: sem pastejo; um pastejo e dois pastejos. O pastejo foi realizado em dois dias, até atingir a altura residual de 15 cm de cada forrageira, utilizando-se vacas da raça holandesa. O levantamento fitossociológico foi realizado em cada parcela, 20 dias após a colheita dos cereais de inverno. Para caracterização e estudo fitossociológico da comunidade infestante foi utilizado, como unidade amostral, um quadro vazado (0,50 x 0,50 m), lançado aleatoriamente dentro de cada parcela (método do quadrado inventário). As plantas daninhas foram identificadas e quantificadas, para determinação das seguintes características: densidade; frequência; abundância; densidade relativa; frequência relativa; abundância relativa e o índice de valor de importância (IVI). Na área, foram identificadas 11 famílias e 16 espécies, destacando-se as famílias Poaceae e Asteraceae. Commelina benghalensis (Commelinaceae) foi a espécie com o maior IVI (62,67%), seguida por Digitaria horizontalis (Poaceae) e Brachiaria plantaginea (Poaceae) com 58,28 e 55,50%, respectivamente. As diferentes culturas e os manejos não influenciaram as espécies invasoras na área.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

PIANO, J. T.; DA COSTA, P. F.; TAFFAREL, L. E.; DE OLIVEIRA, P. S. R. Fitossociologia de plantas daninhas em LATOSSOLO cultivado com diferentes cereais, manejados em integração lavoura pecuária. Scientia Agraria Paranaensis, [S. l.], v. 12, p. 359–367, 2000. DOI: 10.18188/sap.v12i0.9559. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/9559. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos Científicos