PARA ALÉM DE MILHÕES DE QUILOWATTS: O COMPLEXO HIDRELÉTRICO URUBUPUNGÁ E AS TRAMAS DO SETOR ENERGÉTICO NACIONAL

Autores

  • Andrey Minin Martin

DOI:

https://doi.org/10.36449/rth.v19i1.11539

Resumo


Objetiva-se neste trabalho analisar o campo de produção energética no interior do Brasil, tendo como foco a instalação do Complexo Hidrelétrico Urubupungá. Planejado e executado entre as décadas de 1950 e meados da década de 1970 na região fronteiriça entre os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, este empreendimento consolida-se por meio de novas experiências de planejamento regional que permeiam sua execução, seu ideário de progresso e uma nova imagem para região, isto mesmo antes do início das obras. Desta forma, interesses privados, disputas pela legitimidade, pelo poder e assim, memórias foram gestadas ao longo deste período e marcaram a construção de duas hidrelétricas até seu término na década de 1970, estabelecendo ligações com marcos de memória do passado e deixando desdobramentos para o futuro.

Downloads

Publicado

01-09-2015

Como Citar

MARTIN, A. M. PARA ALÉM DE MILHÕES DE QUILOWATTS: O COMPLEXO HIDRELÉTRICO URUBUPUNGÁ E AS TRAMAS DO SETOR ENERGÉTICO NACIONAL. Tempos Históricos, [S. l.], v. 19, n. 1, p. 274–301, 2015. DOI: 10.36449/rth.v19i1.11539. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temposhistoricos/article/view/11539. Acesso em: 22 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos