Pesquisa e desenvolvimento de cultivares: o perfil tecnológico da cotonicultura brasileira

Giuliana Cardoso Teles, Marcos Paulo Fuck

Resumo

O Brasil é o quinto maior produtor de algodão no mundo e tal oferta visa atender principalmente a demanda por fibras da indústria têxtil interna e dos países asiáticos. A trajetória da cotonicultura nacional demonstra que o atual estágio produtivo e qualitativo do algodão brasileiro foi conquistado devido à pesquisa e desenvolvimento de material vegetal adaptado às condições edafoclimáticas das regiões produtoras e ao desenvolvimento de germoplasmas de qualidade com as características técnicas desejáveis pela indústria têxtil. A organização do processo inovativo para o melhoramento de cultivares será tratada através da análise dos titulares de cultivares e suas estratégias, bem como em relação à oferta de sementes e ensaios técnicos de variedades vegetais voltadas ao cultivo empresarial.Também serão feitas considerações a respeito das diferentes trajetórias da cotonicultura, onde a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) contribui no desenvolvimento de cultivares e soluções voltadas aos pequenos produtores e ao desenvolvimento destas regiões.

Palavras-chave

Cotonicultura Brasileira; Inovação na Agricultura; Mercado de Sementes de Algodão; Desenvolvimento Rural e Agronegócio

Texto completo:

PDF