PERFIL DE VIOLÊNCIA NA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA EM IPAMERI - GOIÁS

Joas Soares Lauriano, Mirian Dias Moreira e Silva, Anselmo Cordeiro de Souza, Carlos Antônio Teixeira, Cristina Zukowsky-Tavares

Resumo


O artigo pretende traçar um perfil da violência contra a criança e adolescente notificados na cidade de Ipameri, estado de Goiás. Trata-se de investigação descritiva, retrospectiva e quantitativa realizada por meio de análise documental, a partir das fichas de atendimento das ocorrências de violência registradas no Conselho Tutelar, nos anos de 2012 e 2013. Os dados são apresentados por meio de estatística descritiva. Totalizaram-se 546 registros de violência, sendo 338 casos de negligência, 103 casos de violência sexual, 72 casos de violência física e 34 casos de violência psicológica. O sexo feminino é o mais acometido. Em todos os tipos de violência o principal agressor é intrafamiliar e a faixa etária mais acometida é a de cinco a nove anos de idade. A atuação dos profissionais de saúde é fundamental no processo de identificação dos maus tratos, do agressor, favorecendo momentos participativos de educação e promoção da saúde com familiares e a rede de proteção intersetorial local.


Palavras-chave


Maus-tratos infantis; Adolescentes; Violência; Notificações; Promoção da saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.48075/ri.v21i2.23722

Direitos autorais 2020 Direitos partilhados conforme licença CC BY-NC-SA 4.0

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

REVISTA IDEAÇÃO

____________________________________________________________________________________________________________

e-ISSN: 1982-3010 — ISSN: 1518-6911

Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste

Campus de Foz do Iguaçu

Centro de Educação,  Letras e Saúde

Foz do Iguaçu - Paraná - Brasil

[ ideacao@yahoo.com.br ]