BARREIRAS ENFRENTADAS PARA GARANTIR A OFERTA DA SOJA LIVRE DE TRANSGÊNICOS: uma revisão sistemática da literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.48075/igepec.v23i2.22561

Palavras-chave:

soja transgênica, segregação, coexistência, barreiras.

Resumo


O advento e a difusão dos transgênicos trouxeram dificuldades para a garantia da oferta da soja livre de transgênicos, que tem sido cada vez mais demandada por mercados céticos ao consumo de produtos geneticamente modificados. O objetivo deste trabalho foi identificar as dificuldades enfrentadas pelos agentes para segregar a soja e ofertar um produto livre de transgênicos. Foi realizada uma revisão sistemática da literatura, com o auxílio de uma análise de conteúdo. Os resultados mostraram que há muitas dificuldades para fazer a segregação, causando incertezas para os agentes, principalmente pela diversidade de estratégias de segregação que tem sido utilizada pelos agentes. A falta da sinalização quanto ao pagamento de prêmios, dificuldade em mensurar os custos da segregação, e a heterogeneidade de leis que regulamentam a coexistência também foram apontados como barreiras. Porém, parece estar claro que se houver pagamento de prêmios, a oferta da soja livre de transgênicos será constante.

Biografia do Autor

Fabrício Oliveira Leitão, UnB (Universidade de Brasília)

Possui graduação em Administração, especialização em Gestão Educacional, mestrado em Agronegócios, e doutorado em Transportes. Atualmente é professor da Faculdade CNEC Unaí, titular das disciplinas de Teorias da Administração, Administração da Produção e Operações, Introdução à Engenharia de Produção, Desenvolvimento do Produto e Logística. Professor no UDF Centro Universitário de Brasília, lecionando as disciplinas de Gestão de Projetos, Análise e Melhoria de Processos, Arquitetura Organizacional e Gestão da Produção e Operações. Também é coordenador do curso de Engenharia de Produção da Faculdade CNEC Unaí, e supervisor da Revista CNEC com Ciência. Tem artigos publicados em Revistas Especializadas trabalhando com as linhas de pesquisa voltadas para a Gestão da Produção e Logística. É membro do grupo de pesquisa do GPIT/UnB (Grupo de Pesquisa sobre Planejamento e Gestão em Transportes) e do GECOMP/UnB (Grupo de Estudos sobre a Sustentabilidade e Competitividade do Agronegócio/UnB) onde lidera uma linha de pesquisa sobre Logística no Agronegócio. Foi consultor do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no projeto Suinocultura de Baixa Emissão de Carbono em 2015 e 2016.

Gabriel William Boente Lima, Universidade de Brasília (UnB)

Graduando na Universidade de Brasília no curso de Administração, atualmente conselheiro da Empresa Júnior de Engenharia Aeroespacial Zenit Aerospace e bolsista de iniciação científica.

Karim Marini Thomé, Universidade de Brasília (UnB)

Doutor em Administração (2013), pós-doutor pela Stockholm School of Economics e Uppsala University. Foi pesquisador visitante da Stockholm School of Economics. Atualmente é professor e coordenador do Programa de Pós-Graduação em Agronegócios da Universidade de Brasília. Tem como foco de pesquisa Marketing, atuando principalmente nos seguintes temas: negócios internacionais, mercados e agronegócios.

Downloads

Publicado

25-11-2019

Como Citar

LEITÃO, F. O.; LIMA, G. W. B.; THOMÉ, K. M. BARREIRAS ENFRENTADAS PARA GARANTIR A OFERTA DA SOJA LIVRE DE TRANSGÊNICOS: uma revisão sistemática da literatura. Informe GEPEC, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 29–46, 2019. DOI: 10.48075/igepec.v23i2.22561. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/gepec/article/view/22561. Acesso em: 8 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos