A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE LIBRAS: REPRESENTAÇÕES SOBRE PRÁTICAS DE ENSINO

Autores

  • Fábio Mascarello
  • Maria Elena Pires-Santos

Resumo


Com a regulamentação da Libras no Brasil, tornou-se fundamental a formação de professores para ensinar essa língua a surdos e ouvintes e, consequentemente, propiciar uma melhor integração entre surdos e também entre estes e os ouvintes. Para os surdos, em particular, a aprendizagem da Libras muitas vezes acontece apenas no contexto escolar, pois nem sempre os pais são usuários dessa língua. Considerando o exposto, o presente trabalho teve o objetivo investigar de que forma ocorre a formação do professor de Libras e as representações sobre sua formação. Na fundamentação teórica que ancorou a análise, foram utilizados centralmente o conceito de linguagem como essencialmente dialógica (BAHKTIN, 1990) e o conceito de representação conforme propõem Celani e Magalhães (2002, p. 321), no sentido de uma “cadeia de significações, construídas nas constantes negociações entre os participantes da interação”. A geração dos dados seguiu uma abordagem qualitativa/interpretativista (LÜDKE; ANDRÉ, 2003; BORTONI-RICARDO, 2008; DENZIN; LINCOLN, 2006), estabelecendo-se o método da entrevista não estruturada, realizada com três professores de Libras surdos. Os resultados da análise evidenciaram, principalmente, a importância que os professores atribuem a sua própria formação especializada para atuarem como professores de Libras, além do posicionamento político em relação ao compromisso de ampliar o número de professores de Libras para ouvintes e para surdos, afim de que possam ser mediadores para a inserção dos surdos, por exemplo, na escola, nas empresas, faculdades, hospitais, etc. Dessa forma, poderão possibilitar a construção de espaços para que a diferença seja vista como constitutiva de todos nós.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

MASCARELLO, F.; PIRES-SANTOS, M. E. A FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE LIBRAS: REPRESENTAÇÕES SOBRE PRÁTICAS DE ENSINO. Línguas & Letras, [S. l.], v. 15, n. 28, 2000. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/10933. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: LINGUAGEM, SOCIEDADE E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: MANIFESTAÇÕES NA DIVERSIDADE