ANÁLISE DO ROMANCE HELENA, DE MACHADO DE ASSIS, SOB O PRISMA TEÓRICO DE GEORG LUKÁCS

Autores

  • Ederson Murback Escobar

Palavras-chave:

Machado de Assis, Georg Lukács, romance.

Resumo


Este texto visa penetrar o romance Helena, de Machado de Assis, a fim de pensar a possibilidade de se estudar ou não esse autor através de uma corrente marxista, entender a experimentação estética desse romance através da intertextualidade e do diálogo com outras obras, além de tomá-lo como exemplo de romance para a evidenciação da composição formal e estética desse gênero e sua fragmentariedade, na comparação com a epopoeia, com seu sentido prontamente existente, feita por Georg Lukács em sua Teoria do romance.

Downloads

Publicado

30-01-2014

Como Citar

ESCOBAR, E. M. ANÁLISE DO ROMANCE HELENA, DE MACHADO DE ASSIS, SOB O PRISMA TEÓRICO DE GEORG LUKÁCS. Línguas & Letras, [S. l.], v. 14, n. 27, 2014. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/8479. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Temático: Estudos voltados para os campos da literatura, ensino e letramento literário