As concepções de professores de ciências e biologia sobre a natureza da ciência e sua relação com a orientação didática desses profissionais

Autores

  • Daniela Frigo Ferraz
  • Juliana Moreira de Oliveira

Palavras-chave:

Educação em Ciências, Formação de professores, Epistemologia.

Resumo


Este artigo apresenta parte da investigação realizada a partir de um projeto de pesquisa desenvolvido na Universidade Estadual do Oeste do Paraná. O projeto teve como objetivo principal investigar os processos de formação inicial e continuada de professores de ciências e biologia da cidade de Cascavel/Pr. Além disso, investigaram as concepções desses professores sobre a natureza da ciência, bem como suas orientações didáticas. Neste trabalho, será focalizada a relação entre essas concepções e as orientações didáticas apresentadas pelos professores sujeitos da pesquisa. A abordagem escolhida para a investigação foi a quanti-qualitativa (BAUER & GASKELL, 2002; BOGDAN & BIKLEN, 1994) e os principais instrumentos de coleta de dados foram um questionário e desenhos feitos à mão livre pelos professores. Os dados obtidos desse levantamento são discutidos nesse trabalho, cujos resultados apontam, de um lado, para uma relação direta entre concepção de ciência e orientação didática manifestada e, de outro, para a inexistência dessa relação.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

FERRAZ, D. F.; OLIVEIRA, J. M. de. As concepções de professores de ciências e biologia sobre a natureza da ciência e sua relação com a orientação didática desses profissionais. Varia Scientia, [S. l.], v. 6, n. 12, p. p. 85–106, 2000. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variascientia/article/view/1515. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios