MANIFESTAÇÕES BUCAIS DE MAUSTRATOS FÍSICOS E SEXUAIS EM CRIANÇAS – CONDUTA DO CIRURGIÃO DENTISTA

Autores

  • Ana Paula Menoli
  • Francielly Andressa Felipetti
  • Fabieli Golff
  • Danielle Ludwig

Palavras-chave:

maus-tratos infantis, abuso físico, abuso sexual

Resumo


Este estudo tem por objetivo auxiliar o cirurgião-dentista a identificarpossíveis sinais observáveis na região de cabeça e pescoço em situaçõesde maus-tratos físicos e sexuais contra crianças; apresentar a situaçãoepidemiológica deste tipo de abuso no Brasil bem como nortear a conduta doprofissional frente a este tipo de problema. Com uma revisão da literatura,constatou-se que grande parte das vítimas possui menos de cinco anos,sendo as meninas as mais agredidas. Além disso, na maioria dos casos deabusos, o culpado é geralmente o pai. As principais lesões a que o Cirurgiãodentistadeve estar atento em caso de abuso físico são: contusões, queimaduras,fraturas e lacerações na face e mucosas. Por sua vez, em caso deabuso sexual, é observada a presença de infecções no complexo orofacial. Odentista está em uma posição privilegiada para detectar casos de maustratos,pois geralmente as injúrias acometem a região da face, cabeça e pescoço.Por isso, cabe a esse profissional adquirir informações para diagnosticarmais detalhadamente tais injúrias e, em casos de suspeita de abuso, aconduta que ele deve adotar é de reportar essa situação para o ConselhoTutelar mais próximo.

Downloads

Publicado

25-11-2009

Como Citar

MENOLI, A. P.; FELIPETTI, F. A.; GOLFF, F.; LUDWIG, D. MANIFESTAÇÕES BUCAIS DE MAUSTRATOS FÍSICOS E SEXUAIS EM CRIANÇAS – CONDUTA DO CIRURGIÃO DENTISTA. Varia Scientia, [S. l.], v. 8, n. 14, p. p. 11–22, 2009. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variascientia/article/view/2602. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios