O estudo da morte e suas representações socioculturais, simbólicas e espaciais

Autores

  • Paulo Henrique Muniz

Palavras-chave:

Morte, Ritos Fúnebres, Cemitérios.

Resumo


A morte é um fenômeno natural. Porém, nossa cultura ocidental contemporânea oculta isso em lugares como hospitais e cemitérios e em rituais fúnebres. A cultura apresenta questões históricas temporais e regionais particulares. Este artigo tem por objetivo falar sobre ritos, símbolos e espaços que obedecem a lógicas próprias e expressam como o homem encara seu destino final e suas práticas frente à morte.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

MUNIZ, P. H. O estudo da morte e suas representações socioculturais, simbólicas e espaciais. Varia Scientia, [S. l.], v. 6, n. 12, p. p. 159–169, 2000. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variascientia/article/view/1520. Acesso em: 22 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios