VARIÁVEIS FÍSICAS E QUÍMICAS DA ÁGUA SOB A ABUNDÂNCIA DAS ASSEMBLÉIAS FITO E ZOOPLANCTÔNICAS EM UM LAGO ARTIFICIAL RASO

Autores

  • Éder André Gubiani
  • Geuza Cantanhêde da Silva
  • Carlos Eduardo Gonçalves Aggio

Palavras-chave:

fitoplâncton, zooplâncton, variáveis abióticas

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar as mudanças temporais na
abundância das assembléias de fito e zooplâncton, influenciadas pelas variáveis
físicas e químicas da água em um ambiente artificial raso, Lago Municipal
Diva Paim Barth, Toledo, Paraná. As amostragens foram realizadas
mensalmente, de julho a dezembro de 1999, em três pontos de coleta na
superfície do lago. As variáveis analisadas foram alcalinidade, turbidez, pH,
condutividade elétrica, oxigênio dissolvido, fósforo total, orgânico e inorgânico,
amônia, transparência e temperatura da água. A abundância das assembléias
foi avaliada por meio da densidade. Diferenças temporais significativas
nas densidades foram observadas. Por meio de uma análise de gradientes
diretos, (análise de correspondência canônica; CCA) foi possível concluir que,
a distribuição e abundância das assembléias planctônicas são influenciadas
pela turbidez, alcalinidade, temperatura, concentração de amônia e transparência
da água. Assim, as variações sazonais nas características físicas e
químicas da água influenciam expressivamente a abundância das assembléias
fito e zooplanctônicas de sistemas artificiais rasos.

Downloads

Publicado

10-11-2009

Como Citar

GUBIANI, Éder A.; SILVA, G. C. da; AGGIO, C. E. G. VARIÁVEIS FÍSICAS E QUÍMICAS DA ÁGUA SOB A ABUNDÂNCIA DAS ASSEMBLÉIAS FITO E ZOOPLANCTÔNICAS EM UM LAGO ARTIFICIAL RASO. Varia Scientia, [S. l.], v. 7, n. 13, p. p. 25–45, 2009. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variascientia/article/view/2522. Acesso em: 29 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios