A CULTURA DO PINHÃO-MANSO (JATROPHA CURCAS L.): USO PARA FINS COMBUSTÍVEIS E DESCRIÇÃO AGRONÔMICA

Autores

  • Michelle Sato
  • Osmar de Carvalho Bueno
  • Maura Seiko T. Esperancini
  • Elisandro Pires Frigo

Palavras-chave:

culturas energéticas, biodiesel, sustentabilidade.

Resumo


O estímulo ao uso das energias renováveis com destaque para osbiocombustíveis, em substituição aos de origem fóssil, tornou-se uma dasalternativas frente à questão do aquecimento global. Para tanto, dentre estasse destaca o biodiesel, principalmente o de pinhão-manso (Jatropha curcasL.). O objetivo deste ensaio foi de apresentar os estudos referentes ao usodesta espécie para fins combustíveis, bem como estudos agronômicos realizadosaté o momento, de modo a discuti-los e confrontá-los. Observa-seque, de modo geral, as informações técnicas acerca da cultura são escassase por vezes conflitantes, tanto em seus aspectos produtivos e econômicoscomo sociais, ambientais, políticos e energéticos. No entanto, suasustentabilidade ainda não foi comprovada, sendo que seus estudos, sobtodos os aspectos são eminentes, tanto no Brasil como em outros países.

Downloads

Publicado

10-11-2009

Como Citar

SATO, M.; BUENO, O. de C.; ESPERANCINI, M. S. T.; FRIGO, E. P. A CULTURA DO PINHÃO-MANSO (JATROPHA CURCAS L.): USO PARA FINS COMBUSTÍVEIS E DESCRIÇÃO AGRONÔMICA. Varia Scientia, [S. l.], v. 7, n. 13, p. p. 47–62, 2009. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/variascientia/article/view/2523. Acesso em: 21 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos e Ensaios