ASPECTOS DA RESPONSIVIDADE NA INTERAÇÃO VERBAL

Renilson José Menegassi

Resumo


Este texto procura desenvolver uma reflexão teórica a respeito da responsividade, considerada elemento constitutivo dos processos de trocas verbais efetivados pelos seres humanos em sociedades organizadas. Para tanto, assume-se a perspectiva teórica de linguagem de Bakhtin e seu Círculo, a partir da qual se procura caracterizar a responsividade, conceito que permeia os seus estudos. Como resultado desse processo reflexivo, a partir de exemplos de diálogos, com graduandos, na modalidade escrita, via e-mail, elenca-se uma série de aspectos da responsividade presentes nas proposições bakhtinianas, as quais se organizam em torno de uma premissa maior: a de que o desejo de resposta é o principal elemento motivador da assunção da palavra pelo locutor e propicia, igualmente, o surgimento dos vários elos da cadeia ininterrupta da comunicação verbal, estabelecendo-se a interação.


Palavras-chave


Responsividade; Interação verbal; Práticas sociais de linguagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5935/rl&l.v10i18.2257

Direitos autorais



Revista Línguas & Letras

 


e-ISSN: 1981-4755 — ISSN: 1517-7238

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Letras 

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalinguaseletras@gmail.com |