COMPREENSÃO DE METÁFORAS RELACIONADAS À FIGURA DO CAVALO NA CULTURA GAÚCHA

Maitê Moraes Gil, Maity Simone Guerreiro Siqueira

Resumo

Este artigo tem por objetivo geral descrever um estudo que investiga a compreensão de metáforas conceituais e expressões linguísticas relacionadas à cultura gaúcha por crianças e adultos do interior e da capital do Rio Grande do Sul. A partir desse objetivo geral, surgem dois objetivos específicos, são eles: verificar a influência da variável “local de moradia” (interior versus capital) na compreensão de metáforas relacionadas à cultura gaúcha e investigar o papel desempenhado pela variável “idade” (crianças versus adultos) na compreensão das metáforas conceituais investigadas. Para tanto, foi elaborado um instrumento de compreensão dessas metáforas, sob a perspectiva da Teoria das Metáforas Conceituais (LAKOFF e JOHNSON, 1980). No que se refere à noção de cultura, foram adotadas para a presente pesquisa as ideias defendidas por Geertz (1989) e Strauss e Quinn (1997). As análises dos dados obtidos mostraram que tanto a “idade” quanto o “local de moradia” dos participantes tiveram uma influência significativa na compreensão das metáforas estudadas. Os resultados encontrados se alinham à proposta de Kövecses (2005) sobre variação em metáfora. Como aponta o autor, as dimensões regional e desenvolvimental apresentam diferenças na compreensão de metáforas envolvendo aspectos culturais.

Palavras-chave

Compreensão de metáforas; Linguagem; Cultura.

Texto completo:

PDF