AS GUARDIÃS DOS SIGNOS: MULHERES DA LITERATURA LATINO-AMERICANA

Vanessa Ribeiro Simon Cavalcanti

Resumo


Interfaces entre a História e a Literatura são os cenários abordados neste artigo, tendo como referencial o campo das representações culturais e a construção identitária latino-americana. Remete-se ao campo literário pensando-o, como linguagem multireferenciada, como um elemento constitutivo do tecido social, implicando em não perder sua própria dimensão: o recurso literário através do qual se expressa e constitui as identidades, especialmente a história das mulheres e relações de gênero. Um estudo comparativo entre obras de escritoras femininas da América Latina são as referencias centrais, demonstra a idéia de construção de um imperialismo que “violenta”, que destrói e que domina aspectos da vida cotidiana a partir da literatura de ficção latino-americana.


Palavras-chave


História – Literatura – América Latina – Violência

Texto completo:

PDF


Direitos autorais



Revista Línguas & Letras

 


e-ISSN: 1981-4755 — ISSN: 1517-7238

Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Letras 

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110

| revistalinguaseletras@gmail.com |