REPRESENTAÇÕES DO FEMININO EM DOM CASMURRO: O SILÊNCIO DE CAPITU

Autores

  • Linda Catarina Gualda

DOI:

https://doi.org/10.5935/rl&l.v9i17.2065

Palavras-chave:

Capitu, representação do feminino, silenciamento de mulheres

Resumo


No romance, Capitu faz referência a uma construção social que
tem a ver com a distinção masculino/feminino, colocando a mulher numa posição de inferioridade e veiculando uma imagem negativa dessa mulher – adúltera. Vista pelos críticos como o motivo da ruína emocional do narrador, Capitu é um produto do discurso falocêntrico, o qual enxerga a mulher a partir de uma cultura patriarcal impregnada de valores que só a desmerecem. Propomo-nos a examinar até que ponto a mulher está sujeita a um sistema moral, de que ela participa de forma passiva, na medida em que não detém a palavra, mas ao contrário é falada.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

GUALDA, L. C. REPRESENTAÇÕES DO FEMININO EM DOM CASMURRO: O SILÊNCIO DE CAPITU. Línguas & Letras, [S. l.], v. 9, n. 17, p. p. 71–85, 2000. DOI: 10.5935/rl&l.v9i17.2065. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/2065. Acesso em: 29 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Estudos Machadianos na Literatura Brasileira