OS SINOS DA AGONIA, FICÇÃO E PÓS-MODERNIDADE

Autores

  • José Carlos da Costa

DOI:

https://doi.org/10.5935/rl&l.v9i17.2078

Palavras-chave:

Os Sinos da Agonia, pos-modernity, revisitations of tradition

Resumo


Este estudo propõe uma leitura da obra Os sinos da agonia (1974), de Autran Dourado. A variedade de caminhos e a multiplicidade de soluções formais do romance brasileiro contemporâneo o caracterizam, inclusive com soluções diversas adotadas na mesma obra. Este é o caso de Os sinos da agonia (1974), de Autran Dourado. Neste estudo, procuramos seguir algumas estratégias do autor na elaboração do romance e na condução do relato, particularmente a relação entre a ficção e a história que dá sustentação ao enredo e as relações que o romance mantém com a tragédia clássica.

Downloads

Publicado

01-01-2000

Como Citar

DA COSTA, J. C. OS SINOS DA AGONIA, FICÇÃO E PÓS-MODERNIDADE. Línguas & Letras, [S. l.], v. 9, n. 17, p. p. 251–268, 2000. DOI: 10.5935/rl&l.v9i17.2078. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/2078. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Estudos Literários