Grande Sertão: Veredas: O Retrato Alegórico do Brasil

Autores

  • Rízia Lima Lima Oliveira Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES.

DOI:

https://doi.org/10.5935/1981-4755.20220005

Palavras-chave:

Grande sertão, veredas, Willi Bolle, regionalismo.

Resumo


O presente trabalho busca evidenciar aspectos do romance Grande sertão: veredas, de João Guimarães Rosa, como uma obra que está além do regionalismo, buscando ressaltar as características que apontam para um romance de formação social, ou seja, para algo além do olhar regionalista apontado por alguns críticos, mas sim como representação do mundo e não apenas do sertão. Logo, o que se quer evidenciar é a maneira como a realidade perpassa o romance, retratando a sociedade contemporânea, remontando a partir de um grupo de jagunços do sertão mineiro e construindo assim retratos do Brasil. Para isto, serão considerados os estudos de Willi Bolle – Grandessertão.br – Um romance de formação do Brasil – e a teoria do romance de formação social. Dessa maneira, os textos críticos aparecerão de forma a apontar esse aspecto da obra, como um romance social, considerando que o que se deseja é não restringir a obra de João Guimarães Rosa a um único espaço ou região.

 

Biografia do Autor

Rízia Lima Lima Oliveira, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, ES.

Licenciada em Letras e Mestre em estudos literários pelo Programa de Pós-graduação em Letras -UFES.

Referências

BENJAMIN, Walter (1936). Der Erzahler. In GS II, 2, 1977. p. 438-465. Ed. brasileira: “O narrador”. In: Obras escolhidas I. Trad. Sergio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, 1985. p. 197-221.

BOLLE, Willi. Diadorim: a paixão como medium-de-reflexão. REVISTA USP, São Paulo, n.50, p. 80-99, jun./ago. 2001. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i50p80-99. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/35277/37997. Acesso em 11 jan. 2019.

BOLLE, Willi. Grandesertão.br: o romance de formação do Brasil. São Paulo: Editora 34; Duas Cidades, 2004.

CANDIDO, Antonio. O homem dos avessos. COUTINHO, Eduardo (Org.). Guimarães Rosa. 2. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1991. p. 294-309. (Fortuna Crítica, 6).

GALVÃO, Walnice Nogueira. Riobaldo, o homem das metamorfoses. In: MOTA, Lourenço Dantas; ABDALA JUNIOR, Benjamin (Org.). Personae: grandes personagens da literatura brasileira. São Paulo: Senac, 2001. p. 237-264.

GINZBURG, Jaime. Literatura, violência e melancolia. Campinas: Autores Associados, 2013.

ROSA, João Guimarães. Grande sertão: veredas. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2017.

Downloads

Publicado

13-01-2022

Como Citar

LIMA OLIVEIRA, R. L. Grande Sertão: Veredas: O Retrato Alegórico do Brasil. Línguas & Letras, [S. l.], v. 22, n. 53, 2022. DOI: 10.5935/1981-4755.20220005. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/23426. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Literatura e Política: Periferias e Fronteiras