O COTIDIANO PEDAGÓGICO E A FORMAÇÃO DA LEITURA NA BIBLIOTECA E. E. PRESIDENTE TANCREDO NEVES: UMA EXPERIÊNCIA NA COMUNIDADE ESCOLAR DE DOURADOS - MS

Autores

  • Markley Florentino Carvalho
  • Alexandra Santos Pinheiro

Palavras-chave:

Práticas de leitura, Biblioteca da escola, Mediação.

Resumo


Este artigo resulta do trabalho parcial da pesquisa “Representações de leituras literárias construídas a partir da história e da memória nas bibliotecas da comunidade escolar em Dourados-MS”[1]. Foi analisada a documentação dos projetos de leitura que fomentaram a criação e as atividades da biblioteca, quanto às práticas de leitura no cotidiano pedagógico em interface com a formação dos leitores em sua respectiva escola mantenedora. Os projetos de formação de leitura analisados foram “Projeto de Leitura Ensino Fundamental 1 ao 5 º Ano” e “Ensinando a Ler o Mundo”, desenvolvidos pela biblioteca da escola E.E. Presidente Tancredo Neve da rede estadual de ensino de Dourados-MS. Realizou-se  a investigação também das condições existências das bibliotecas e os modos de leitura que elas oportunizaram por meio do acesso ao acervo literário e a partir de práticas sociais de incentivo a leitura, fomentadas entre a biblioteca e as salas de aula. Um acervo literário precisa ser somado às práticas de mediação da leitura na contribuição de uma efetiva formação de leitores em comunidades escolares por meio da presença e atuação da biblioteca escolar.[1] Dissertação defendida em jun. de 2013. 

Downloads

Publicado

03-02-2014

Como Citar

CARVALHO, M. F.; PINHEIRO, A. S. O COTIDIANO PEDAGÓGICO E A FORMAÇÃO DA LEITURA NA BIBLIOTECA E. E. PRESIDENTE TANCREDO NEVES: UMA EXPERIÊNCIA NA COMUNIDADE ESCOLAR DE DOURADOS - MS. Línguas & Letras, [S. l.], v. 14, n. 28, 2014. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/8699. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: LITERATURA, ENSINO E PERSPECTIVAS TEÓRICO-METODOLÓGICAS