LETRAMENTO E CONFIGURAÇÃO CULTURAL: CO-CONSTRUINDO OUTRAS POSSIBILIDADES DE DIZER NA EJA

Anderson Jair Goulart

Resumo

Este estudo topicaliza resultados de uma pesquisa-ação cujo foco é identificar quais os significados que jovens e adultos em processo de escolarização atribuem ao ato de escrever – tomados, tais significados, à luz dos estudos sobre letramento – em busca de co-construir caminhos para ampliação desses significados. As discussões sobre o tema ancoram-se em estudos de Street (1984; 2003), Barton (1994), Barton e Hamilton (2000), Heath (1982) entre outros estudiosos da área. Entender como as distintas realidades culturais lidam com a escrita no cotidiano parece determinante na compreensão de como as práticas de letramento se constituem de modo diversificado nas diferentes esferas sociais, o que reverbera na educação. Espera-se, desse modo, um olhar sensível da escola às diferentes realidades que a constituem, de modo a atender às demandas de cada entorno social. Salienta-se que a construção de sentidos que o sujeito atribui aos textos que circulam no seu cotidiano perpassa o contato interativo que estabelece com os diferentes microespaços constituídos na/pela cultura. Reafirma-se, assim, a importância do papel do professor em conhecer a realidade de seus alunos antes de iniciar o processo de ensino e aprendizagem da língua escrita e da leitura. Quanto maior a proximidade entre os textos e a realidade dos alunos, maior tende a ser a possibilidade de diálogo entre o conhecimento prévio de cada sujeito e os significados que atribui à escrita dos textos. Este estudo fundamenta-se nessas concepções e, de modo dialógico, busca facultar a tais sujeitos possibilidades de participação em novos eventos de letramento. Textos que particularizem tais realidades orientam a interação entre docentes e alunos, alunos e docentes, alunos e alunos, levada a termo nesta pesquisa-ação, cujos resultados apontam para interessantes possibilidades de co-construção de caminhos para a ressignificação de usos sociais da escrita.

Palavras-chave

Ensino; Letramento; Escrita

Texto completo:

PDF