Notas sobre a posição do corpo no II excurso de "Dialética do esclarecimento", de Horkheimer e Adorno

Roger Hansen

Resumo


Notas sobre a posição do corpo no II excurso de "Dialética do esclarecimento", de Horkheimer e Adorno

RESUMO: No presente trabalho propomos pensar a questão do corpo no Excurso II de "Dialética do esclarecimento" – livro chave de Max Horkheimer e Theodor Adorno, da Escola de Frankfurt – intitulado "Juliette ou Esclarecimento e Moral". Nesse sentido, dirigimos nossa atenção essencialmente para as considerações que Horkheimer e Adorno fazem do pensamento nietzscheano e dos personagens instigantes trazidos da obra do Marquês de Sade. Estes, somados a Kant, representam a triangulação tecida pelos frankfurtianos nesse excurso. À luz do que apontam esses pensadores, podemos ler o cenário do Esclarecimento como produtor incessante de sofrimento, cujo protagonista é sempre o corpo, suas pulsões, desejos e paixões.

PALAVRAS-CHAVE: Horkheimer e Adorno; Dialética do Esclarecimento; Corpo e sofrimento.


Notes on the place of body in the second excursus of “Dialectic of enlightenment”, by Horkheimer and Adorno


ABSTRACT: In this paper we propose to think about the body in the second excursus of "Dialectic of enlightenment", the main book written by Max Horkheimer and Theodor Adorno. In this sense we pay attention on their considerations on Nietzsche and on the characters of Marquis of Sade. Both and Kant arte the triangle constructed by Horkheimer and Adorno in the second excursus. On the light of what is pointed out by those thinkers, we can read Enlightenment as a producer of pain, whose protagonist is always the body, its impulse, desires and passions.

KEYWORDS: Horkheimer and Adorno; Dialectic of Enlightenment; Body and pain.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais