A TRAMA DA PRECARIZAÇÃO NA EXPERIÊNCIA DOS MOTOQUEIROS PROFISSIONAIS DE CAMPINAS

Stela Cristina de Godoi

Resumo

Neste artigo buscou-se apresentar uma reflexão acerca da trama da precarização do trabalho no contexto da acumulação flexível, a partir da análise da experiência concreta dos motoqueiros profissionais de Campinas, as quais indicam que não é possível entender o lugar central das formas informais de inserção dos trabalhadores, no atual processo de acumulação do capital, sem se levar em conta, de um lado, o fenômeno da terceirização e, de outro, o papel das migrações na formação da classe trabalhadora. Na análise cruzada das trajetórias familiares e ocupacionais dos motoqueiros de Campinas, o entendimento do processo de precarização neste ramo dos transportes foi construído dentro de um horizonte histórico mais amplo, que inclui desde o moldamento do sistema de locomoção da cidade pela indústria automotiva ao longo do século XX, até a constituição de sua região metropolitana, no cenário de acirramento da compressão tempo-espacial.

Palavras-chave

Infomalidade, terceirização, migração.

Texto completo:

PDF