CRENÇAS SOBRE ENSINAR E APRENDER INGLÊS NO ENSINO FUNDAMENTAL: UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Márcia Aparecida Silva

Palavras-chave:

Crenças, Ensino/Aprendizagem, Diário Reflexivo

Resumo


RESUMO:

 Neste trabalho, busco identificar e interrelacionar as crenças de alunos de uma escola estadual sobre aprendizagem de língua inglesa, e minhas crenças como professora desses alunos sobre ensinar tal língua. Para tanto, foram utilizados diários reflexivos como instrumentos de coleta de dados, escritos no primeiro dia de aula de uma turma do nono ano de uma escola da rede estadual de Minas Gerais. A partir das análises dos diários, foi possível notar que o diário é uma ferramenta profícua para a apreensão das crenças, tanto dos alunos quanto do professor. Além disso, os alunos parecem estar responsabilizando-se mais pela aprendizagem, descentralizando o papel do professor.

Downloads

Publicado

09-02-2015

Como Citar

SILVA, M. A. CRENÇAS SOBRE ENSINAR E APRENDER INGLÊS NO ENSINO FUNDAMENTAL: UM ESTUDO DE CASO. Línguas & Letras, [S. l.], v. 15, n. 31, 2015. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/10221. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ TEMÁTICO: ESTUDOS E REFLEXÕES SOBRE O ENSINO DE LÍNGUAS