UMA HISTÓRIA HETEROGLÓSSICA DOS LIVROS DIDÁTICOS DE LÍNGUA PORTUGUESA NO BRASIL

Autores

  • Agildo Santos Silva de oliveira
  • Vânia Lúcia Menezes Torga

Palavras-chave:

LDP. PNLD. PNLEM – LP 2015.

Resumo


Este artigo tem como proposta refletir sobre a constituição histórica do Livro Didático de Língua Portuguesa (LDP) no Brasil. Para isso, traçamos um panorama sobre pesquisas que têm o Livro Didático (LD) como de pesquisa, bem como o lugar do mesmo nas escolas e nas aulas de Língua Portuguesa ao longo da grande temporalidade de sua constituição. Dessa grande temporalidade, apontamos alguns marcos históricos que alteraram decisivamente os rumos do LDP, das aulas e do cotidiano escolar; dentre as ações destacamos as políticas públicas de qualidade do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e do Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio, em específico o de 2015 e da disciplina de Língua Portuguesa, (PNLEM 2015). Buscamos apoio teórico em: Comenius (1954), Oliveira et al (1984), Soares (1996, 1998, 2001), Bittencourt (1993), Freitag et al (1993), Munakata (1997), Coracini (1999) Batista (2001, 2003, 2004), Batista e Costa Val (2004), Bunzen (2001, 2005, 2009) Bunzen e Rojo (2008) Rojo e Batista ( 2008), dentre outros. O resultado aponta para uma história do LDP que é constitutiva de vários fatores sociais e políticos, bem como em permanente construção.

Downloads

Publicado

11-02-2015

Como Citar

OLIVEIRA, A. S. S. de; TORGA, V. L. M. UMA HISTÓRIA HETEROGLÓSSICA DOS LIVROS DIDÁTICOS DE LÍNGUA PORTUGUESA NO BRASIL. Línguas & Letras, [S. l.], v. 15, n. 31, 2015. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/11223. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Estudos Linguísticos