O PROCESSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS PARA FALANTES DE OUTRAS LÍNGUAS NA UTFPR-CT: INTEGRAÇÃO ENTRE PRÁTICA PEDAGÓGICA E TEORIA

Autores

  • Elisa Novaski Cordeiro
  • Fernanda Deah Chichorro Baldin

Palavras-chave:

PFOL, Formação de professores de língua, Curso de letras.

Resumo


O objetivo deste artigo é fazer uma análise do processo de formação inicial de professores de línguas estrangeiras oportunizado por um projeto de extensão, cujo objetivo é promover o ensino de Português para Falantes de Outras Línguas (PFOL) na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus Curitiba. Para tanto, será apresentado um breve histórico dessa atividade e de sua pertinência dentro da UTFPR, um panorama da situação atual e uma análise da relevância desse programa dentro do curso de Letras da UTFPR. Também serão discutidos os conceitos de professor reflexivo (PERRENOUD, 2002) e do trabalho docente baseado na indissociação entre prática e teoria (GIMENEZ, 2005).

http://dx.doi.org/10.5935/1981-4755.20170006

Downloads

Publicado

02-06-2017

Como Citar

CORDEIRO, E. N.; CHICHORRO BALDIN, F. D. O PROCESSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE PORTUGUÊS PARA FALANTES DE OUTRAS LÍNGUAS NA UTFPR-CT: INTEGRAÇÃO ENTRE PRÁTICA PEDAGÓGICA E TEORIA. Línguas & Letras, [S. l.], v. 18, n. 39, p. http://dx.doi.org/10.5935/1981–4755.20170006, 2017. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/15288. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: "DESAFIOS E CONFLITOS NA FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE LETRAS”