O Desejo De Kianda, De Pepetela: O Entre Fronteiras Na Literatura Pós-colonial

Autores

Palavras-chave:

Literatura pós-colonial. História. Ficção. Tradição. Modernidade.

Resumo


O romance O Desejo de Kianda (2008), de Pepetela, é uma narrativa que denuncia as particularidades de Luanda, capital de Angola, no período pós-colonial. Em um contexto que a sociedade está marcada pela corrupção, pelo enriquecimento ilícito de uma elite incipiente e pela guerra civil que aconteceu no período da pós-independência de Angola. O objetivo deste trabalho é verificar como isso se apresenta. Para isso, o presente artigo tece um estudo sobre a relação fronteiriça estabelecida entre história e ficção, tradição e modernidade, característica da literatura angolana pós-colonial, ancorada na perspectiva teórica de Homi K. Bhabha (1998). A análise foi fundamentada nos estudos de Boaventura de Sousa Santos (2013), Chinweizu (2010), Inocência Mata (2013), Jean Suret-Canale e A. Adu Boaben (2010), Rita Chaves (1999), Simone Pereira Schmidt (2009), Stuart Hall (2006), entre outros. Os resultados da análise apresentam que o romance faz uma crítica social pertinente em relação à sociedade angolana pós-colonial, cuja relação fronteiriça transposta entre história e ficção, tradição e modernidade nos fornecem subsídios para entender a configuração social e histórica em que os diferentes sujeitos faziam parte na conjuntura abordada.

Biografia do Autor

Adriana Ribeiro de Araujo, Universidade de Pernambuco (UPE)

Mestranda do Programa de Mestrado Profissional em Culturas Africanas, da Diáspora e dos Povos Indígenas, pelo Núcleo de Estudos Sobre África e Brasil (NEAB), da Universidade de Pernambuco (UPE) - Campus Garanhuns. Graduanda em Letras (Português e Inglês) pela Universidade Federal do Agreste de Pernambuco. Especialista em Ensino de História pela Faculdade Venda Nova do Imigrante (FAVENI) (2019). Graduada em História pela Universidade de Pernambuco - Campus Garanhuns (2018).

Silvaneide Gercina de Almeida, Universidade de Pernambuco (UPE)

Mestranda do Programa de Mestrado Profissional em Culturas Africanas, da Diáspora e dos Povos Indígenas, pelo Núcleo de Estudos Sobre África e Brasil (NEAB), da Universidade de Pernambuco (UPE) - Campus Garanhuns. Graduada em História pela Universidade de Pernambuco - Campus Garanhuns.

Referências

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Belo Horizonte: UFMG, 1998.

CHAVES, Rita de Cássia Natal. A formação do romance angolano. São Paulo: Via Atlântica, 1999.

CHINWEIZU. A África e os países capitalistas. In.: MAZRUI, Ali A.; WONDJI, Christophe. História geral da África, VIII: África desde 1935. Brasília: UNESCO, 2010. p. 927-963.

DUARTE, Zuleide; MARTINS, Izabel Cristina Oliveira Martins. No Largo do Kinaxixi, o território é sagrado. Revista Prâksis, Novo Hamburgo, a. 15, n. 2, jul./dez. 2018.

FERREIRA, Tailze Melo. História e Ficção em O Desejo de Kianda, de Pepetela: Uma Abordagem Intertextual.: Cad. CESPUC de Pesq., Belo Horizonte, n. 11, set. 2003. p. 179-188.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. 11 Ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

MATA, Inocência. Ficção e história na literatura angolana: o caso de Pepetela. Lisboa: Edições Colibri, 2013.

PEPETELA. O Desejo de Kianda. Portugal: Dom Quixote, 2008.

RETO, Luciene de Castro. A literatura fantástica como ferramenta de crítica social na obra O Desejo de Kianda, de Pepetela. Revista Philologus, ano 20, n.º 58, Supl.: Anais do VI SINEFIL. Rio de Janeiro: CiFEFIL, jan./abr. 2014.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Modernidade, identidade e cultura de fronteira. In. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 9ª ed., Revista e Aumentada: Almedina, 2013, p. 162-191.

SCHMIDT, Simone Pereira. Onde está o sujeito pós-colonial? (Algumas reflexões sobre o espaço e a condição pós-colonial na literatura angolana). Revista do Núcleo de Estudos de Literatura Portuguesa e Africana da UFF, v. 2, n.º 2, abr. 2009.

SURET-CANALE, Jean; BOABEN, A. Adu. A África Ocidental. In.: MAZRUI, Ali A.; WONDJI, Christophe. História geral da África, VIII: África desde 1935. Brasília: UNESCO, 2010. p. 191-227.

TEIXEIRA, Vanessa Ribeiro. O Desejo de Kianda, de Pepetela: da emersão do mito aos desejos do povo. Liberartes, n. 9, 2018.

VIEIRA, Francisco Sandro da S.. Origens do nacionalismo angolano, movimentos independentistas e disputa por hegemonia. Revista de Humanidades e Letras, v. 4, n. 1, 2018.

Downloads

Publicado

02-08-2021

Como Citar

DE ARAUJO, A. R.; DE ALMEIDA, S. G. O Desejo De Kianda, De Pepetela: O Entre Fronteiras Na Literatura Pós-colonial. Línguas & Letras, [S. l.], v. 22, n. 52, 2021. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/linguaseletras/article/view/27093. Acesso em: 25 out. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊ PARTE II - Abordagens críticas (pós) decoloniais na literatura, no ensino e na cultura