PERSPECTIVAS DOCENTES SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DO ENSINO REMOTO NO CONTEXTO DA PANDEMIA DA COVID-19

Autores

  • Janille Costa Pinto https://orcid.org/0000-0001-6564-1878
  • Laiana Silva de Oliveira Foeppel Dias Mestranda Profissional em Educação-Formação de Professores da Educação Básica–PPGE/UESC em andamento. Linha de pesquisa-Políticas Educacionais e Gestão Escolar. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Movimentos Sociais, Diversidade e Educação do Campo e Cidade-GEPEMDECC-UESB. https://orcid.org/0000-0002-0166-0233
  • Adenilson Souza Cunha Júnior Professor Adjunto do Departamento de Ciências Humanas, Educação e Linguagem e do Programa de Pós-graduacão em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. https://orcid.org/0000-0003-3622-1799

Palavras-chave:

Professor. Tecnologias. Ensino Remoto. COVID-19.

Resumo


Este artigo apresenta resultados parciais da pesquisa intitulada “Os impactos da utilização das tecnologias educacionais por meio do ensino remoto nas atividades escolares nos Municípios localizados no estado da Bahia no contexto da pandemia de COVID-19”. Tem como um dos seus objetivos analisar as perspectivas dos (as) professores (as) que lecionam na educação básica no estado da Bahia frente à nova realidade e demanda educacional surgida a partir da ocorrência da pandemia da COVID-19 no Brasil. Visando identificar se estão realizando o ensino remoto mediado pelas tecnologias, verificar como está sendo realizado o uso das tecnologias nesse ensino remoto, bem como identificar as dificuldades e os impactos do ensino remoto na prática pedagógica docente. Nesse contexto, realizamos uma pesquisa de campo, com abordagem qualiquantitativa e descritiva. Utilizamos a análise documental e aplicação de questionário semiestruturado com professores(as), que foram interpretados a luz de autores (as) que versam sobre o uso das tecnologias na educação como Kenski (2008;2010) e Pretto (2011). Justifica-se a presente investigação pela necessidade de se pensar em uma educação que não potencialize as desigualdades sociais e econômicas, mas sim, que possibilite uma educação de qualidade com equidade. Verificamos que o uso das tecnologias na prática pedagógica do (a) professor (a) no contexto da pandemia da COVID-19, intensificará a apropriação dos(as) mesmos(as) (as) aos elementos da cultura virtual, ampliando as possibilidades pedagógicas. Porém, com o ensino hibrido, existe a facilidade de ampliar a desigualdade educacional e precarização da educação pública.

Biografia do Autor

Janille Costa Pinto

Mestre em Ciências da Educação, pela Universidade Autônoma de Assunção – UAA. Professora da Rede Municipal de Ilhéus-BA; Tutora da EAD (UFRPE). Coordenadora Pedagógica (Estado da Bahia). Integrante do Grupo de Estudos Movimentos Sociais, Diversidade Cultural e Educação Do Campo e da Cidade (GEPEMDECC- UESB), com registro no CNPQ

Laiana Silva de Oliveira Foeppel Dias, Mestranda Profissional em Educação-Formação de Professores da Educação Básica–PPGE/UESC em andamento. Linha de pesquisa-Políticas Educacionais e Gestão Escolar. Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Movimentos Sociais, Diversidade e Educação do Campo e Cidade-GEPEMDECC-UESB.

Professora da Rede Municipal de Ilhéus-BA. Licenciada em Pedagogia pela Universidade Norte do Paraná (UNOPAR); Bacharel em Teologia no Curso Avançado em Teologia pelo Seminário Teológico Batista Bereiano (STBB) de Ilhéus-BA, diploma convalidado na Faculdade de Teologia Integrada (FATIN) em Igarassu-PE; Especialista em Psicopedagogia Institucional, Clínica e Hospitalar, do Instituto Superior de Educação Ocidemnte (ISEO)-Núcleo de Pós-Graduação de Itabuna (NPGI); Especialização em Neuropsicologia da Educação em andamento (ISEO-NPGI). Especialista em Educação do Campo pela Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC. Especialização em Educação Infantil em andamento pela Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC, Ilhéus-BA. Mestranda Profissional em Educação-Formação de Professores da Educação Básica–PPGE/UESC em andamento. Linha de pesquisa-Políticas Educacionais e Gestão Escolar. Integrante  do Grupo de Estudos e Pesquisas em Movimentos Sociais, Diversidade e Educação do Campo e Cidade-GEPEMDECC-UESB.

Adenilson Souza Cunha Júnior, Professor Adjunto do Departamento de Ciências Humanas, Educação e Linguagem e do Programa de Pós-graduacão em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Humanas, Educação e Linguagem e do Programa de Pós-graduacão em Educação da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia. Doutor em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Referências

ARRUDA. Eucidio Pimenta. Educação, educação a distância e tecnologias digitais: perspectivas para a educação pós-Covid-19. Pensar a Educação em Revista. ISSN 2446-8169. Ano 6, vol. 6, n. 1, mar./mai 2020. Disponível em: https://pensaraeducacaoemrevista.com.br/wpcontent/uploads/sites/4/2020/06/Texto_n.1_2020_EaD.pdf>. Acesso em 15 jun. 2020.

BRASIL. LEI N° 9.394, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em 15 jun. 2020.

_______. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica. Ministério da Educação. Secretária de Educação Básica. Diretoria de currículos e Educação Integral.562p. Brasília-2013. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=13448-diretrizes-curiculares-nacionais-2013-pdf&Itemid=30192. Acesso em Acesso em 03 jun. 2020.

_______. DECRETO MEC N° 9.057, DE 25 DE MAIO DE 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 , que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em:http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2017/decreto/d9057.htm. Acesso em 03 jun. 2020.

_______ PORTARIA N° 188, DE 3 DE FEVEREIRO DE 2020. Declara Emergência em Saúde Pública de importância Nacional (ESPIN) em decorrência da Infecção Humana pelo novo Coronavírus (2019)-nCoV).Diário Oficial da União. Publicado em:04/02/2020. Edição: 24-A. Seção: 1-Extra. Página:1. Órgão: Ministério da Saúde/Gabinete do Ministro. 2020a Disponível em:http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-188-de-3-de-fevereiro-de-202024140838. Acesso em 14 jun. 2020.

_______. PORTARIA N° 343, DE 17 DE MARÇO DE 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus-COVID-19. Diário Oficial da União. Publicado em: 18/03/2020/ Edição: 53/Seção:1/Página:39. 2020b. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020 248564376. Acesso em 14 jun. 2020.

_______. MEDIDA PROVISÓRIA N° 934, DE 1° DE ABRIL DE 2020. Estabelece normas excepcionais sobre o ano letivo da educação básica e do ensino superior decorrentes das medidas para enfrentamento da situação de emergência de saúde pública de que trata a Lei n° 13.979. de 6 de fevereiro de 2020. Diário Oficial da União. Publicado em:01/04/2020 /Edição:63-A/Seção:1-Extra/Página:1. Órgão: Atos do Poder Executivo. 2020c.Disponível em:https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/medida-provisoria-n-934-de-1-de-abril-de-2020-250710591.Acesso em 14 jun. 2020.

_______. PORTARIA N° 544, DE 16 DE JUNHO DE 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus-Covid-19, e revoga as Portarias MEC n° 343, de 17 de março de 2020, n° 345, de 19 de março de 2020, e n° 473, de 12 de maio de 2020. 2020d. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872. Acesso em 17 jun. 2020.

_______. Proposta de Parecer sobre a reorganização dos calendários escolares e realização de atividades pedagógicas não presenciais durante o período de Pandemia da COVID-19. Conselho Nacional de Educação.2020e.Disponível em:

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=144511-texto-referencia-reorganizacao-dos-calendarios-escolares-pandemia-da-covid-19&category_slug=marco-2020-pdf&Itemid=30192. Acesso em 15 jun. 2020.

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO. Diretrizes Para A Educação Escolar Durante E Pós-Pandemia Contribuições da CNTE. 2020. Disponível em: https://cnte.org.br/images/stories/2020/cnte_diretrizes_enfrentamento_coronavirus_final_web.pdf. Acesso em: 26 jun 2020.

CORTES, Tanisse Paes Bóvio Barcelos; MARTINS, Analice de Oliveira; SOUZA, Carlos Henrique Medeiros de. EDUCAÇÃO MIDIÁTICA, EDUCOMUNICAÇÃO E FORMAÇÃO DOCENTE: PARÂMETROS DOS ÚLTIMOS 20 ANOS DE PESQUISAS NAS BASES SCIELO E SCOPUS. Educação em Revista. 2018; 34:e200391. Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0102-46982018000100183&lng=pt&nrm=iso. Acesso em 15 jun. 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra.1996

INSTITUTO UNIBANCO. Como as Redes têm avaliado os Estudantes durante o Ensino Remoto. Disponível em: https://www.institutounibanco.org.br/conteudo/como-as-redes-tem-avaliado-os-estudantes-durante-o-ensino-remoto/. Acesso em 15 jun. 2020.

KENSKI, Vani. Moreira. Educação e Tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Papirus, 2008.

________. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 9. ed. Campinas: Papirus, (Série Prática Pedagógica).2010.

PRETTO, L. N.O desafio de educar na era digital: educações. Revista Portuguesa de Educação, ISSN: 0871-9187 vol. 24, núm. 1, 2011, pp. 95-118. Universidade do Minho Braga, Portugal. Disponível em: <https://revistas.rcaap.pt/rpe/article/vi ew/3042> Acesso em 15 jun. 2020.

TODOS PELA EDUCAÇÃO.ORG. Educação na Pandemia: CNE fala sobre Diretrizes para o aproveitamento do Horário Letivo no Contexto da Pandemia Ensino Remoto.2020. Disponível em: https://www.todospelaeducacao.org.br/conteudo/Educacao-na-Pandemia-Diretrizes-para-o-aproveitamento-do-horario-letivo-pos-pandemia-esta-quase-pronto_-diz-CNE.Acesso em 15 jun. 2020.

Downloads

Publicado

31-05-2021

Como Citar

PINTO, J. C.; DIAS, L. S. de O. F.; CUNHA JÚNIOR, A. S. PERSPECTIVAS DOCENTES SOBRE O USO DAS TECNOLOGIAS NA PRÁTICA PEDAGÓGICA DO ENSINO REMOTO NO CONTEXTO DA PANDEMIA DA COVID-19. Temas &amp; Matizes, [S. l.], v. 14, n. 25, p. 204–228, 2021. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temasematizes/article/view/25883. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊS: A docência frente à pandemia da covid-19: novos desafios, alternativas e perspectivas teórico-metodológicas