ENSINO EM TEMPOS DE PANDEMIA: ALGUNS DESAFIOS E OLHARES DOS PROFESSORES PORTUGUESES

Autores

Palavras-chave:

Ensino, Educação Básica, Pandemia COVID-19

Resumo


A pandemia causada pela Covid-19 exigiu mudanças repentinas em todos os níveis de ensino, incluindo a Educação Básica. Foi necessária uma reconfiguração educacional das práticas educativas que implicou o desenvolvimento de competências e saberes por parte dos docentes e de capacidades, valores e atitudes inerentes ao Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória. Desta forma, este estudo teve como propósito conhecer e compreender os obstáculos enfrentados pelos professores portugueses durante a sua prática educativa em tempos de pandemia, nomeadamente as opções tomadas na gestão curricular e metodológica na sua disciplina e a re(adaptação) às ferramentas digitais e as dos seus alunos. Trata-se de um estudo qualitativo que valoriza o significado da ação e o papel dos sujeitos na construção social da realidade. Os participantes são professores do ensino básico de escolas portuguesas, dois do ensino público e dois do ensino privado que desenvolveram as suas práticas em contexto pandémico. Os dados foram recolhidos através das suas narrativas reflexivas, e ainda pela observação participante através de notas de campo. Para a sua análise, recorreu-se às técnicas de análise de conteúdo com o objetivo de codificar e categorizar os dados recolhidos. Os resultados obtidos permitem concluir que, por um lado, ensinar em tempos de pandemia potencializou no aprender a ensinar do professor a reconversão metodológica, curricular e tecnológica, e por outro, no aprender a aprender do aluno fomentou o desenvolvimento de conhecimentos e de competências pessoais e sociais.

Biografia do Autor

Vânia Graça, Centro de Investigação em Educação (CIEd), Instituto de Educação da Universidade do Minho

Vânia Gabriela Dias Graça é licenciada em Educação Básica pela Universidade do Minho e mestre em Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico e de Português e História e Geografia de Portugal n.º 2.º Ciclo do Ensino Básico pela Escola Superior de Educação do Porto. Atualmente, é doutoranda no Doutoramento em Ciências da Educação, na especialidade de Tecnologia Educativa, na Universidade do Minho. Desde de 2018 é colaboradora / investigadora no Centro de Investigação e Inovação em Educação (InED), na Escola Superior de Educação do Porto. É investigadora no Centro de Investigação em Educação, no Instituto de Educação da Universidade do Minho.

Cátia Silva, Mestre em Ensino do Português no 3.º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

Cátia Sofia Oliveira Siva é licenciada em Línguas e Literaturas Europeias, pela Universidade do Minho, Portugal. É mestre em Ensino do Português no 3.º Ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário e Espanhol nos Ensinos Básico e Secundário, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Portugal. Possui uma Pós-Graduação em Educação Especial - Domínio Cognitivo- Motor, pelo Instituto Piaget, Vila Nova de Gaia, Porto, Portugal. Atualmente, é professora de Português do Ensino Secundário num agrupamento de escolas em Cascais.

Altina Ramos, Centro de Investigação em Educação (CIEd), Instituto de Educação da Universidade do Minho

Maria Altina da Silva Ramos é professora auxiliar no Departamento de Estudos Curriculares e Tecnologia Educativa da Universidade do Minho. Investigadora associada ao Centro de Investigação em Educação. Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Mestre em Estudos Ibéricos: multimédia e didática das línguas pela Université de Toulouse le-Mirail, Doutora em Estudos da Criança, especialidade Tecnologia Educativa. Atua nas linhas de TIC e currículo, TIC em processos de ensino/aprendizagem, TIC e Ensino de Línguas, TIC e Metodologia de Investigação (grounded theory, NVivo), TIC e formação de professores.

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Editora Edições 70, 1977.

BOAVIDA, Clara. Formação Contínua de Professores e Tecnologias de Informação e Comunicação no Distrito de Setúbal: um estudo de avaliação. In: Educação, Formação & Tecnologias, v.2 n.1, p. 102-109, 2009.

CASTAÑEDA, Linda, ESTEVE, Francesc ADELL, Jordi. ¿Por qué es necesario repensar la competencia docente para el mundo digital? Revista RED, v. 56, n. 6, p. 1-20, 2018.

COUTINHO, Clara. Metodologia de Investigação em Ciências Sociais e Humanas: teoria e prática. Coimbra. Almedina, 2011.

CRESWELL, Jonh. Research Design: qualitative and quantitative approaches. Thousand Oaks: SAGE Publications, 1994.

DIAS-TRINDADE, Sara.; FERREIRA, António. Digital teaching skills: DigCompEdu CheckIn as an evolution process from literacy to digital fluency. ICONO14, v. 18, n. 2, 2020.

DIREÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO. Roteiro - 8 Princípios Orientadores para a Implementação do Ensino a Distância (E@D) nas Escolas. 2020. Disponível em https://www.dge.mec.pt/noticias/roteiro-8-principios-orientadores-para-implementacao-do-ensino-distancia-ed-nas-escolas?fbclid=IwAR0jK95CrgrOE1k-BykPCGdTcSnfMNl-ppFYCAkndZ3xUNj_0V2hY39grhk

DIREÇÃO-GERAL DA EDUCAÇÃO. Aprendizagens Essenciais, 2018. Disponível em https://www.dge.mec.pt/aprendizagens-essenciais-0?fbclid=IwAR37D90p-ZU1CEPqg_s9uXFt77QlcLyhT6fzVPkIkI0uaSw39IFDLC9P3J8

ESCUDERO, Juan. El profesor y su formación: Competencias y formación docente al servicio de un modelo de escuela en nuestro tiempo. Programa y desarrollo temático de Formación y Actualización de la Función Pedagógica, 2005, 84-10.

FELIZARDO, Maria; COSTA, Fernando. A formação contínua de professores em TIC: que perfil de formador? Tese de doutoramento, Educação (Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2019. http://hdl.handle.net/10451/42790

FONSECA Gorete, As tecnologias de informação e comunicação na formação inicial de professores do 1º ciclo do ensino básico – fatores constrangedores invocados pelos formadores para o uso das tecnologias. Educação & Formação, v. 4, n. 2, p. 3-23, 2019

GOMES, Ana. A Narrativa enquanto Instrumento de Investigação e de Autoconhecimento. Um estudo da narrativa pessoal de uma professora de educação física acerca da sua experiência no projecto "Férias em Português em Timor Lorosa'e". 2003. 337. Dissertação de Mestrado em Ciência do Desporto, na Área de Especialização de Desporto de Crianças e Jovens. FCDEF - UP, Porto

GRAÇA, Vânia; QUADROS-FLORES, Paula; RAMOS, Altina. Renovação metodológica no ensino primário: o olhar de um estudante estagiário. Revista Sensos-E, v. 6, n. 2, p. 124-133, 2019. doi: https://doi.org/10.34630/sensos-e.v6i2.3495

HODGES, Charles; MOORE, Stephanie; LOCKEE, Barb; TRUST, Torrey; BOND, Aaron. The Difference Between Emergency Remote Teaching and Online Learning. EDUCAUSE Review, 2020.

LOPES, Natália; GOMES, Anabela. O “Boom” das palataformas digitais nas práticas de ensino: Uma experiência do E@D no ensino superior. Revista Practicum, v. 5, n. 1, p. 106-120, 2020. Doi:10.24310/RevPracticumrep.v5i1.9833

LUCAS, Margarida; MOREIRA, António. DigCompEdu: Quadro Europeu de Competência Digital para Educadores. Universidade de Aveiro: UA Editora, 2018. Disponível em http://hdl.handle.net/10773/24983

MARQUES, Ronualdo; FRAGUAS, Talita. A ressignificação da educação: virtualização de emergência no contexto de pandemia da covid-19. Brazilian Journal of Development, v. 6, n.11, p. 86159-86174, nov. 2020. Doi: 10.34117/bjdv6n11-148

MILLER, Carl; BARTLETT, Jamie. ‘Digital fluency’: towards young people’s critical use of the internet. Journal of Information Literacy, v. 6, n. 2, p. 35-55, 2012.

MOORE, Michael; KEARSLEY, Greg. Educação a Distância – Uma Visão Integrada. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

MORAN, José. Mudando a educação com metodologias ativas. Coleção Mídias Contemporâneas. Convergências Midiáticas, Educação e Cidadania: aproximações jovens, p. 15-33, 2015.

MOREIRA, José; HENRIQUES, Susana; BARROS, Daniela. Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia. Dialogia. São Paulo, n. 34, 2020. p. 351-364. Disponível em: http:// repositorioaberto.uab.pt/handle/10400.2/9756.

MOREIRA, J. A. Modelos pedagógicos virtuais no contexto das tecnologias digitais. In: D. MILL; G. SANTIAGO; M. SANTOS; D. PINO (Eds.) Educação a Distância. Dimensões da pesquisa, da mediação e da formação. São Paulo: Artesanato Educacional, p. 37-54, 2018.

MOREIRA, J. A. Novos cenários e modelos de aprendizagem construtivistas em plataformas digitais, In: MONTEIRO, A.; MOREIRA, J. A.; ALMEIDA, A. C. (Orgs.). Educação Online: Pedagogia e Aprendizagem em Plataformas Digitais. Santo Tirso: De Facto Editores, p. 29-46, 2012.

NASCIMENTO, Matheus; GOMES; Geórgia. Teaching continuing training for the use of ICT in the teaching and learning process. Research, Society and Development, v. 9, n. 2, p. e33921998, 2020. 10.33448/rsd-v9i2.1998.

NÓVOA, António. Os Professores e a sua Formação num Tempo de Metamorfose da Escola. Educ. Real., Porto Alegre, v. 44, n. 3, e84910, 2019.

OLIVEIRA, Sidmar; SILVA, Marcos; Silva, Obdália. Educar na incerteza e na urgência: Implicações do ensino remoto ao fazer docente e a reinvenção da sala de aula. Interfaces Científicas, Aracaju, v. 10, n. 1, p. 25-40, 2020.

OLIVEIRA-MARTINS, Guilherme; GOMES, Carlos; BROCARDO, Joana, PEDROSO, José; CARRILHO, José; SILVA, Luísa; ENCARNAÇÃO, Maria; HORTA, Maria, CALÇADA, Maria, NERY, Rui; RODRIGUES, Sónia. Relatório Técnico- Perfil dos alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória. Lisboa: Ministério da Educação, 2017.

OTA, Marcos; DIAS-TRINDADE, Sara. Ambientes digitais de aprendizagem e competências digitais: conhecer o presente para agir num futuro PÓS-COVID. Interfaces Científicas, Aracaju, v. 10, n. 1, p. 211-226, 2020. https://doi.org/10.17564/2316-3828.

PERALTA, Helena; COSTA, Fernando. Competência e confiança dos professores no uso das TIC. Síntese de um estudo internacional. Revista de Ciências da Educação, n.3, p. 77-86, 2007.

PEREIRA, Luísa. O sentir dos alunos num novo contexto de aprendizagem. In: ALVES, J.; CABRAL, I. (Orgs.). Ensinar e aprender em tempo de COVID-19: entre o caos e a redenção, Porto: Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa. 2020. ISBN: 978-989-54364-6-0.

PONTE, João Pedro. As TIC no início da escolaridade: Perspectivas para a formação inicial de professores. In: PONTE, J. A formação para a integração das TIC na educação pré-escolar e no 1.º ciclo do ensino básico. Porto: Porto Editora, 2002. 19–26.

RAPOSO-RIVAS Manola; QUADROS-FLORES, Paula; MARTÍNEZ-FIGUEIRA Esther; PEREIRA DA SILVA, Armando; TELLADO-GONZÁLEZ, Fernando. Utilización de TIC para la innovación en el Prácticum. Revista Practicum, v. 5, n. 1, p. 22–36, 2020. https://doi.org/10.24310/RevPracticumrep.v5i1.9814

ROLDÃO, Maria Do Céu. Estratégias de ensino: o saber e o agir do professor. Vila Nova de Gaia: Fundação Manuel Leão, 2009.

ROLDÃO, Maria Do Céu; ALMEIDA, Sílvia. Gestão curricular: Para a autonomia das escolas e professores. Lisboa: Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação, Direção-Geral da Educação, 2018.

QUADROS-FLORES, Paula; Raposo-Rivas, Manola. A inclusão de tecnologias digitais na educação: (re)construção da identidade profissional docente na prática Revista Practicum, v.2, n.2, p. 2–17, 2017. https://doi.org/10.24310/revpracticumrep.v2i2.9855

QUADROS-FLORES, Paula; RAMOS Altina. Práticas com TIC potenciadoras de mudança, In: 1.º Encontro Internacional de Formação na Docência (INCTE), Bragança: Instituto Politécnico de Bragança, 2016.195-203. http://hdl.handle.net/10198/11435

RONDINI, Carina; PEDRO, Ketilin; DUARTE, Cláudia. Pandemia da covid-19 e o ensino remoto emergencial: Mudanças na prática pedagógica. Interfaces Científicas, Aracaju, v.10, n.1, p. 41 – 57, 2020.

SEABRA, Filipa; AIRES, Luísa; DUARTE, Cláudia. Transição para o ensino remoto de emergência no ensino superior em Portugal. Dialogias, São Paulo, n.36, p. 316-334, 2020.

SILVA, Ellery; NETO, Jerônimo; SANTOS, Marilde. Pedagogia da pandemia: reflexões sobre a Educação em tempos de isolamento social. Revista Latino-Americana de Estudos Científico- RELAEC. v. 1, n.º 4, Jul./Ago. 2020. ISSN: 2675-3855| http://dx.doi.org/10.46375/relaec.31695

SPARROW, Jennifer. Digital Fluency: Big, Bold Problems. EDUCAUSEreview, 2018.

Downloads

Publicado

31-05-2021

Como Citar

GRAÇA, V.; SILVA, C.; RAMOS, A. ENSINO EM TEMPOS DE PANDEMIA: ALGUNS DESAFIOS E OLHARES DOS PROFESSORES PORTUGUESES. Temas & Matizes, [S. l.], v. 14, n. 25, p. 179–203, 2021. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/temasematizes/article/view/25995. Acesso em: 27 nov. 2021.

Edição

Seção

DOSSIÊS: A docência frente à pandemia da covid-19: novos desafios, alternativas e perspectivas teórico-metodológicas