ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA DE ESTUDANTES DE LICENCIATURA DO INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA, CÂMPUS SÃO JOSÉ: O CASO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO (2013-2016).

Volmir von Dentz

Resumo

O presente artigo apresenta uma pesquisa que desenvolveu a análise epistemológica dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs) realizados por estudantes da Licenciatura em Ciências da Natureza – Habilitação em Química do Instituto Federal de Santa Catarina, Câmpus São José, entre 2013 e 2016. A partir da identificação dos objetos de estudo, dos referenciais teóricos e das metodologias em destaque nos 46 trabalhos localizados, conseguimos apresentar um panorama dos conhecimentos produzidos pelos estudantes. Metodologicamente o estudo se orientou pelas referências da “cienciometria” e da “análise paradigmática”. A fundamentação teórica tem por base dois autores clássicos da epistemologia, Thomas Kuhn e Ludwik Fleck. Considera-se que os “coletivos de pensamento” envolvidos (professores e estudantes) assimilam, no decurso de suas práticas de ensino e pesquisa, certas premissas epistemológicas, educacionais e metodológicas, privilegiando, em decorrência disso, dadas “tendências paradigmáticas” ou “estilos de pensamento”, identificáveis por meio da análise epistemológica. Verificou-se, dessa maneira, no campo investigado, o predomínio de estudos sobre os sujeitos em escolas, dos estudos de caso e das metodologias que aplicam questionários, realizam entrevistas e desenvolvem a leitura de documentos, e a utilização de autores e teorias diversificadas, que contemplam várias áreas do conhecimento, entre outros aspectos.

Palavras-chave

Pesquisa em Ensino de Ciências; Análise Epistemológica; Trabalhos de Conclusão de Curso

Texto completo:

PDF