QUAL A VALIDADE TEORIA SOCIOLÓGICA DE DURKHEIM EM TEMPOS PÓS-MODERNOS? MORALIDADE, SOCIALIZAÇÃO E CENTRALIDADE DA PROFISSÃO DOCENTE.

Marcelo Augusto Totti

Resumo

A sociedade contemporânea vem passando por inúmeras transformações, a introdução da robótica e da microeletrônica no modo de produção redimensionou as formas de produção, as crises econômicas internacionais apontam que os problemas e soluções da sociedade capitalista não se restringem ao âmbito local e nacional. O consumismo, o privatismo e o individualismo estariam nas estranhas do tecido da sociabilidade, as políticas educacionais pós-modernas acompanharam essas mudanças através de modelos educativos com princípios valorativos, nos quais, a aprendizagem é direcionada ao indivíduo, sem necessariamente estar contida a transmissão de conteúdos por outros indivíduos. Nesta ótica, a escola e o professor não seriam mais os detentores do monopólio do saber, o conhecimento pode ser obtido em outros espaços e o professor terá que articular sua prática com diversos espaços não-formais, a educação passa a ter uma conotação espontaneísta e individualista não corroborando para os ajustes sociais. A teoria sociológica de Durkheim elaborada no final do XIX e início do século XX deu grande ênfase ao campo educacional, colocando-a como fator fundamental de internalização dos valores morais na criança. Ao colocar a educação no centro gravitacional do processo social, Durkheim demonstra a importância da educação moral como constituição de uma consciência coletiva. O sociólogo define esse processo como inscrição do Outro (sociedade) na subjetividade infantil, essa moralização transfigurará na criança um adulto normal que não necessitará de controles externos, havendo uma polícia interna capaz de socializar metodicamente o indivíduo e ordená-lo moralmente na sociedade. O que pretendemos com esse artigo é discutir que diante de uma educação cada vez mais espontaneísta e individualista, que rompe os tecidos de sociabilidade, a retomada da teoria sociológica de Durkheim tem sua atualidade dentro de aspectos de valorização da escola e do professor como alicerces da educação moral com vistas à integração e coesão social.

Palavras-chave

individualismo, coesão social, moralidade

Texto completo:

PDF