ANTINOMIAS DA FORMAÇÃO: OS DESAFIOS DO ENSINO DE FILOSOFIA FRENTE AO PROJETO CIENTÍFICO-TECNOLÓGICO MODERNO

FILIPI VIEIRA AMORIM, ÁLVARO VEIGA JÚNIOR, JÚLIA GUIMARÃES NEVES

Resumo

Trata-se de uma abordagem de natureza teórica que tem como objetivo refletir sobre o Ensino de Filosofia no processo de formação humana. Entende-se que no atual cenário que engloba, especificamente, o desenvolvimento humano pelos sistemas formais de escolarização, há uma predominância técnico-científica de caráter moderno que, por consequência, figura axiologicamente como eixo principal do ensino. Diante disso, questionou-se: Qual o papel do Ensino de Filosofia frente ao crescente desenvolvimento técnico-científico que desvincula, ao que parece, Epistemologia, Ética e Política? Na tentativa de responder à questão, utilizou-se a metodologia bibliográfica de modo a valorizar o horizonte compreensivo e o trânsito por algumas matrizes teóricas que discutem o chamado projeto científico-tecnológico moderno. Argumenta-se a favor da reflexão filosófica como componente curricular dos processos de escolarização e compreende-se que este é um dos desafios contemporâneos do Ensino de Filosofia.

Palavras-chave

Formação humana; Modernidade; Ensino de Filosofia

Texto completo:

PDF