ESTÁGIO EM LICENCIATURA: UM CONTO PELO “PAÍS DAS MARAVILHAS”

Ludimila Pereira, Andréa Inês Goldschmidt

Resumo


O artigo se refere ao período de Estágio Curricular Supervisionado em Ciências Biológicas, que tem por objetivo provocar reflexões, através de uma releitura do livro Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, pelo uso de metáforas, sobre este momento na formação inicial docente, destacando o momento de recepção na escola, as angústias e anseios; o desenvolvimento de um Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP) e os resultados obtidos a partir deste. O projeto proposto contemplou estudantes do ensino fundamental e os alunos do ensino médio, envolvendo um circuito pedagógico lúdico sobre a temática água, no qual foi construído um túnel com tecido contendo quatro estações. O circuito teve duração de 40 minutos, em três dias consecutivos. A execução da proposta foi excelente, sendo que a maioria dos alunos gostou da intervenção, principalmente com os estudantes da primeira fase do ensino fundamental. Igualmente os professores ficaram bem satisfeitos com nosso trabalho. Assim, os estágios curriculares para os Cursos de Licenciatura possuem fundamental importância, pois são uma excelente oportunidade de o acadêmico vivenciar especificidades relacionadas à docência e consolidar suas decisões

Palavras-chave


Ensino. Estágios em docência. Reflexões.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.17648/educare.v15i33.21787

Direitos autorais 2020 Educere et Educare

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

______________________________________________________________

Revista Educere et Educare

e-ISSN 1981-4712 — ISSN 1809-5208
Unioeste - Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Campus de Cascavel
Programa de Pós-Graduação em Educação

Rua Universitária, 2069 - Jardim Universitário
Cascavel – Paraná - CEP: 85819-110
E-mail: educereeteducare@gmail.com