Positivismo, política e educação: notas acerca do pensamento político comtiano

Gilmar Henrique da Conceição

Resumo

Este artigo busca fazer uma aproximação preliminar entre os aspectos político-educativos do positivismo. Nossa análise está circunscrita ao pensamento de Augusto Comte em suas relações
com o contexto econômico-social do capitalismo do século XIX e algumas idéias emergentes do socialismo. Pensar é função da vida e, nesse sentido, está vinculado à economia (isto é, às condições materiais de sobrevivência), à política (entendida como convivência social) e à educação (processo pelo qual a humanidade forma a si mesma a partir de determinadas concepções). Em sua “Teoria do Estado”, Comte fez a consagração da propriedade privada subordinada às necessidades sociais como algo inerente à ordem social, compreendendo que a sociedade moderna é eminentemente industrial e foi enfático na rejeição do marxismo. Comte queria retificar o capitalismo e não destruí-lo.

Palavras-chave

Política; Positivismo; Partido; Estado; Revolução.

Texto completo:

PDF