Considerações acerca do uso de novas tecnologias e formação profissional docente

Patricia Ferreira Bianchini Borges

Resumo

Este estudo exploratório de revisão bibliográfica do estado da arte da produção científica que discorre sobre o uso das Novas Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (NTDIC) no contexto educacional, uma vez que elas se inserem na educação, permitindo o surgimento de novos métodos e formas de transmissão do conhecimento. Esse estudo tem, portanto, como objetivo fazer um estudo exploratório da temática relacionada à educação e ao processo de ensino-aprendizagem. O corpus de análise escolhido partiu da leitura de livros e de artigos que buscavam refletir acerca das novas tecnologias como recurso potencializador da aprendizagem além de discutir a formação para a prática docente com as novas tecnologias numa tentativa de (res)significar o ensino. Nesse sentido, percebeu-se, a importância de o professor se envolver nos processos de formação que viabilizam o uso adequado dos recursos tecnológicos, além da diversidade de outros recursos preexistentes que não perderam seu potencial de ensino.

Palavras-chave

Novas tecnologias. Formação profissional. Processo ensino-aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Referências

AUSUBEL, David Paul; NOVAK, Joseph D., HANESIAN, Helen. Psicologia educacional. Rio de Janeiro: Interamericana, 1980.

BORGES, Jussara; SILVA, Helena Pereira. Informação e Mudança: estudo da efetividade dos programas de inclusão digital em Salvador-Bahia. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 28, 2005. Rio de Janeiro. Anais... São Paulo: Intercom, 2005. p. 01–15.

CARNIN, Anderson; MACAGNAN, Maria Júlia Padilha; KURTZ, Fabiana Diniz. Internet e ensino de línguas: uma proposta de atividade utilizando vídeo disponibilizado pelo YouTube®. Linguagem & Ensino, Pelotas, v.11, n. 2, p.469-485, jul./dez. 2008. Disponível em: Acesso em 15 jan. 2018.

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 2000. v. 1

CHARLOT, Bernard. O professor na sociedade contemporânea: um trabalhador da contradição. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 17, n. 30, p. 17-31, jul./dez. 2008. Disponível em: Acesso em 15 jan. 2018.

COSCARELLI, Carla Viana. Alfabetização e letramento digital. In: COSCARELLI, Carla Viana; RIBEIRO, Ana Elisa (Org.). Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas 2. ed. Belo Horizonte: Ceale/Autêntica, 2007.

ESCUDERO, Juan Manuel. Consideraciones y propuestas sobre la formación permanente del profesorado. Madrid: Revista de Educación, n. 317, 1998, p.11-29.

FERNÁNDEZ CRUZ, Manuel. Caracterización profesional de la enseñanza. In: Desarrollo profesional docente. España: Grupo Editorial Universitario, 2006, p. 31-56.

GOODSON, Ivor F. et al. Dar voz ao professor: as histórias de vida dos professores e o seu desenvolvimento profissional. In: NÓVOA, Antônio et al. Vidas dos professores. Porto: Porto Editora, LTD, 2000.

KENSKI, Vani Moreira. As tecnologias invadem nosso cotidiano. In: ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini; MORAN, José Manuel (Orgs.). Integração das tecnologias na educação. Brasília, DF: MEC/SEED, 2005. p. 39-45.

______. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 9ª ed. Campinas: Papirus, 2012.

KLIKSBERG, Bernardo. Repensando o estado para o desenvolvimento social: superando dogmas e comuncionalismos. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

LÉVY, Pierre. Cibercultura. São Paulo: Ed. 34, 1999.

MARCELO, Carlos. Las tecnologías para La innovación y La práctica docente. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 18, n.º 52, Mar. 2013. Disponível em: Acesso em 15 jan. 2018.

MASETTO, Marcus T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2003.

MILL, Daniel; JORGE, Gláucia. Sociedades grafocêntricas digitais e educação: sobre letramento, cognição e processos de inclusão na contemporaneidade. In: MILL, Daniel (org). Escritos sobre educação: Desafios e possibilidades para ensinar e aprender com as tecnologias emergentes. São Paulo: Paulus, 2013.

MORAN, José Manuel; MASETTO, Marcos T.; BEHRENS, Marilda Aparecida. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 19ª Ed. Campinas: Papirus, 2012.

______. O que é Educação a distância. Disponível em: Acesso em: 4 jan. 2018.

PERRENOUD, Philippe. Dez Novas Competências para Ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores – saberes da docência e identidade do professor. Revista Eletrônica do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Ciências e Tecnologia e do Departamento de Educação - UNESP Presidente Prudente, São Paulo, 1997. Disponível em: . Acesso em: 22 abr. 2018.

POZO, Juan Ignácio (org). A solução de problemas. Porto Alegre: Artmed, 1998.

RIBEIRO, Luis Roberto de Camargo; OLIVEIRA, Marcia Rozenfeld Gomes de; MILL, Daniel. Tecnologia e educação: aportes para a discussão sobre a docência na era digital. In: MILL, Daniel (org). Escritos sobre educação: Desafios e possibilidades para ensinar e aprender com as tecnologias emergentes. São Paulo: Paulus, 2013.

ROJO, Roxane Helena Rodrigues. Letramentos múltiplos, escola e inclusão social. São Paulo: Parábola Editorial, 2009.

SILVA, Marianela Costa Figueiredo Rodrigues. Currículo Escolar e Redes Sociais: em busca de uma sociedade inclusiva. In: MILL, Daniel (org). Escritos sobre educação: Desafios e possibilidades para ensinar e aprender com as tecnologias emergentes. São Paulo: Paulus, 2013.

SNYDER, Ilana. Ame-os ou deixe-os: navegando no panorama de letramentos em tempos digitais. In: ARAÚJJO, Júlio César; DIEB, Messias. (Org.) Letramentos na web: gêneros, interação e ensino. Fortaleza: Edições UFC, 2009. p. 23- 46.

STAHL, Marimar M. Formação de professores para uso das novas tecnologias de informação. 2008. Disponível em: Acesso em: 20 jan. 2018.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 3. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

VILLAR, L.M. El valor de lo marginal en el currículo profesional: batutas para orquestrar los elementos del caos. Em: Fernández Cruz, M. y Moral, C.: Formacion y desarrollo de los professores de educación secundaria em el marco curricular de la reforma. Los retos profesionales de uma nueva etapa. Granada: FORCE: 1998, p. 15-36.