O PROFESSOR E SEU DISCURSO: ONDE ESTÁ O SENTIDO?

Autores

  • Eliane Cabral Beck

DOI:

https://doi.org/10.17648/educare.v9i0.10654

Palavras-chave:

Análise do Discurso. Enunciados. Efeitos de Sentido.

Resumo


RESUMO: No espaço equívoco da sala de aula, no processo de interlocução ocorre a produção e circulação de efeitos de sentido. Propõe-se analisar alguns momentos em que o discurso apresenta por meio da ironia, das repetições, dos comentários, efeitos de sentido. São utilizados, para isso, alguns enunciados produzidos por quatro professores em determinada instituição de ensino a partir de algumas aulas gravadas em sala. Os enunciados foram transcritos e analisados sob o viés da Análise do Discurso com o objetivo de perceber os sentidos, ou melhor, os efeitos de sentido produzidos em tal situação. Ao conceber as condições de produção em que tais enunciados foram proferidos tem-se que o professor reproduz uma forma de pensar que é socialmente construída por meio de repetições, regularizações que são repassadas historicamente e discursivamente. Acredita-se que ao interpretar o discurso do professor e questionar onde está o sentido, é possível perceber que há muitos sentidos, e que cabe ao analista se infiltrar no universo linguístico para interpretar e compreender como os sentidos são construídos e repassados. No que tange à sala de aula por onde perpassam os mais diferentes discursos tem-se um espaço em que o discurso didático deixa escapar as ideologias que determinam comportamentos e modos de pensar. Os enunciados são vistos, neste trabalho, como práticas que regulam a retomada e a circulação do discurso e não como advindos do professor. 

Downloads

Publicado

07-10-2014

Como Citar

BECK, E. C. O PROFESSOR E SEU DISCURSO: ONDE ESTÁ O SENTIDO?. Educere et Educare, [S. l.], v. 9, 2014. DOI: 10.17648/educare.v9i0.10654. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/10654. Acesso em: 27 nov. 2021.