FREI PEDRO SINZIG: DE UM GUIA PARA AS CONSCIÊNCIAS ÀS REMINISCÊNCIAS EXEMPLARES

Autores

  • Maria de Fátima Guimarães
  • Cleonice Aparecida Souza
  • Osmir Aparecido Cruz

DOI:

https://doi.org/10.17648/educare.v12i24.16475

Palavras-chave:

Frei Pedro Sinzig, Editora Vozes, História da Educação.

Resumo


Este artigo tem por objeto a obra Através dos romances: guia para as consciências, de frei Pedro Sinzig (1876-1952), em sua primeira edição em 1915, publicada pela editora Vozes de Petrópolis (RJ), tomada como uma fonte significativa da  história da educação brasileira. A obra traz ideias e práticas de leitura valorizadas no período de sua publicação, bem como, indícios dos leitores aos quais se destinava. Atentando-se para sua materialidade, é possível flagrar aspectos técnicos que balizaram sua produção, publicação e circulação em conexão com algumas questões que nortearam a trajetória da imprensa no Brasil, nas primeiras décadas do século XX, sem se descurar de questões relativas à distribuição de impressos no país. Para tanto, se aborda a trajetória da Escola Gratuita São José e da Tipografia de mesmo nome, da qual se originou a Vozes de Petrópolis, no imbricamento com as considerações tecidas à luz da obra ora focalizada.

Downloads

Publicado

19-03-2017

Como Citar

GUIMARÃES, M. de F.; SOUZA, C. A.; CRUZ, O. A. FREI PEDRO SINZIG: DE UM GUIA PARA AS CONSCIÊNCIAS ÀS REMINISCÊNCIAS EXEMPLARES. Educere et Educare, [S. l.], v. 12, n. 24, 2017. DOI: 10.17648/educare.v12i24.16475. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/16475. Acesso em: 1 jul. 2022.