FILOSOFIA POSITIVA E O MITO DA NEUTRALIDADE DO CONHECIMENTO

Autores

  • Maria Isabel Moura Nascimento Universidade Estadual de Ponta Grossa
  • Carla Michele Ramos Torres Instituto Federal do Paraná
  • Gláucia Andreza Kronbauer UNICENTRO

DOI:

https://doi.org/10.17648/educare.v12i27.18143

Palavras-chave:

Conhecimento. Sociedade de Classes. Positivismo

Resumo


Este artigo tem como objeto de estudo a Filosofia Positivista e a crítica Marxista à luz do materialismo histórico dialético, e procura problematizar o mito da neutralidade científica que fundamenta o método positivista em contraposição a concepção de ciência na perspectiva da sociedade de classes. O trabalho explicita o contexto histórico e a materialidade dos pensadores das duas correntes teóricas; discute suas concepções de formação humana, de sociedade e de história, e por fim identifica os fundamentos e as implicações do positivismo e do marxismo para a produção do conhecimento. Considerando que a construção do conhecimento ocorre a partir das disputas ideológicas existentes num determinado contexto histórico, concluímos que o positivismo e o marxismo expressam no campo teórico e prático o antagonismo de classes existente no modo de produção capitalista.   

Biografia do Autor

Maria Isabel Moura Nascimento, Universidade Estadual de Ponta Grossa

Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da UEPG, PR. Doutora em Educação pela UNICAMP, SP. Coordenadora do Grupo HISTEDBR - Campos Gerais

Carla Michele Ramos Torres, Instituto Federal do Paraná

Docente de História do IFPR, Campus Irati, PR. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da UEPG, PR. Pesquisadora do Grupo HISTEDBR - Campos Gerais

Gláucia Andreza Kronbauer, UNICENTRO

Docente do Departamento de Educação Física da UNICENTRO, Campus Irati, PR. Doutora em Educação pela UEPG, PR. Pesquisadora do Grupo HISTEDBR - Campos Gerais.

Downloads

Publicado

20-12-2017

Como Citar

NASCIMENTO, M. I. M.; TORRES, C. M. R.; KRONBAUER, G. A. FILOSOFIA POSITIVA E O MITO DA NEUTRALIDADE DO CONHECIMENTO. Educere et Educare, [S. l.], v. 12, n. 27, 2017. DOI: 10.17648/educare.v12i27.18143. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/18143. Acesso em: 26 jun. 2022.

Edição

Seção

Dossiê temático: Ordem e progresso: Memória, positivismo e Política