AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL MECANISMO IRRENUNCIÁVEL DO PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO-ADMINISTRATIVO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17648/educare.v16i40.23904

Palavras-chave:

educação superior, gestão, autoavaliação, planejamento

Resumo


Este artigo propõe-se a realizar uma análise epistemológica da avaliação da educação superior no Brasil a partir dos anos 90 e a refletir acerca do papel da autoavaliação institucional como mecanismo irrenunciável do processo de organização do trabalho pedagógico-administrativo nas instituições educacionais. Tomou-se como referencial  autores como: Afonso (2000), Dias Sobrinho ( 2008, 2010), Ribeiro (2010, 2012 a,b) e Rothem; Schulz (2005) sobre a importância da autoavaliação para a melhoria da qualidade educacional sob a perspectiva de uma educação norteada à ampliação e elevação da condição de emancipação do sujeito. Como resultado aponta-se a lógica emancipatória como condição precípua para um projeto educacional, de uma nação resguardada pelos princípios de universalização do acesso e garantia de uma educação referenciada na qualidade social. Esse processo se dá por meio de uma construção coletiva, com as funções de informação para tomada de decisão de caráter político, pedagógico e administrativo, melhoria institucional e elevação da capacidade educativa.

Biografia do Autor

Elisa Antonia Ribeiro, IFTM - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro

Elisa Antonia Ribeiro é  Doutora em Educação pela Universidade  Federal de Uberlândia e professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro - IFTM 
E-mail: elisa.ribeiro@iftm.edu.br

Olenir Maria Mendes, UFU - Universidade Federal do Triângulo Mineiro

Olenir Maria Mendes  é  Doutora em Educação pela Universidade  de São Paulo e  professora Associado, Nível III da Universidade Federal de Uberlândia

E-mail: olenirmendes@gmail.comr

Downloads

Publicado

29-12-2021

Como Citar

RIBEIRO, E. A.; MENDES, O. M. AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL MECANISMO IRRENUNCIÁVEL DO PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PEDAGÓGICO-ADMINISTRATIVO. Educere et Educare, [S. l.], v. 16, n. 40, p. 468–507, 2021. DOI: 10.17648/educare.v16i40.23904. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/23904. Acesso em: 19 jan. 2022.

Edição

Seção

DOSSIÊ: GESTÃO, AVALIAÇÃO E QUALIDADE EM EDUCAÇÃO