BULLYING, FORMAÇÃO DOCENTE E RACIONALIDADE COMUNICATIVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17648/educare.v16i40.27497

Palavras-chave:

Intimidação sistemática, Agir comunicativo, Escola

Resumo


A violência está presente no mundo da vida escolar. No entanto, um tipo particular de violência que tem preocupado estudiosos e a sociedade é o bullying. A relação entre esta forma de violência sistemática e a formação de professores é analisada pela lógica da racionalidade comunicativa. Assim, através de uma investigação bibliográfica e exploratória, buscou-se demonstrar o potencial do uso da razão comunicativa nos espaços da formação do docente para que a linguagem assuma sua função de entendimento mútuo para solucionar problemas de ordem moral-prática. O levantamento da literatura acerca dessa relação se revelou deficiente e a inserção da teoria da ação comunicativa (TAC) de Jürgen Habermas para analisar a violência na escola se constitui um desafio pelo seu potencial emancipador e democrático. Depreende-se que o conhecimento aprofundado sobre bullying alinhado à TAC poderia proporcionar aos professores elementos para um agir efetivo na redução e minimização da prática ofensiva ao processo educativo e à sociedade, levando em consideração que a educação deve propiciar a formação do sujeito autônomo e competente, capaz de construir uma sociedade justa e verdadeiramente democrática.

Biografia do Autor

Paloma Breckenfeld Alexandre de Oliveira, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN

Mestranda do Programa de Pós-graduação em Ensino da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN, Campus Pau dos Ferros/RN. E-mail: palomaalexandre@alu.uern.br

Rosalvo Nobre Carneiro, Universidade do Rio Grande do Norte - UERN

Rosalvo Nobre Carneiro é Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco e professor do Programa de Pós-Graduação em Ensino e do Departamento de Geografia, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Campus Pau dos Ferros/RN. E-mail: rosalvonobre@uern.br

Downloads

Publicado

31-08-2021

Como Citar

BRECKENFELD ALEXANDRE DE OLIVEIRA, P.; NOBRE CARNEIRO, R. BULLYING, FORMAÇÃO DOCENTE E RACIONALIDADE COMUNICATIVA. Educere et Educare, [S. l.], v. 16, n. 40, p. 220–237, 2021. DOI: 10.17648/educare.v16i40.27497. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/27497. Acesso em: 19 jan. 2022.