FREI PEDRO SINZIG: DE UM GUIA PARA AS CONSCIÊNCIAS ÀS REMINISCÊNCIAS EXEMPLARES

Maria de Fátima Guimarães, Cleonice Aparecida Souza, Osmir Aparecido Cruz

Resumo

Este artigo tem por objeto a obra Através dos romances: guia para as consciências, de frei Pedro Sinzig (1876-1952), em sua primeira edição em 1915, publicada pela editora Vozes de Petrópolis (RJ), tomada como uma fonte significativa da  história da educação brasileira. A obra traz ideias e práticas de leitura valorizadas no período de sua publicação, bem como, indícios dos leitores aos quais se destinava. Atentando-se para sua materialidade, é possível flagrar aspectos técnicos que balizaram sua produção, publicação e circulação em conexão com algumas questões que nortearam a trajetória da imprensa no Brasil, nas primeiras décadas do século XX, sem se descurar de questões relativas à distribuição de impressos no país. Para tanto, se aborda a trajetória da Escola Gratuita São José e da Tipografia de mesmo nome, da qual se originou a Vozes de Petrópolis, no imbricamento com as considerações tecidas à luz da obra ora focalizada.

Palavras-chave

Frei Pedro Sinzig; Editora Vozes; História da Educação.

Texto completo:

PDF