ANÁLISE DA CONTRIBUIÇÃO DO PIBID E DO ESTÁGIO CURRICULAR NA IDENTIDADE DOCENTE DE LICENCIADOS DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DA FAEC/UECE

Cintia Rafaella Fernandes Oliveira, Fabrício Bonfim Sudério

Resumo

O presente trabalho constituiu-se em uma pesquisa com licenciados da Faculdade de Educação de Crateús (FAEC), da Universidade Estadual do Ceará (UECE), cujo objetivo geral foi fazer um paralelo entre licenciados que vivenciaram experiências nas disciplinas de estágio e no PIBID e aqueles que tiveram vivência apenas nos estágios. A primeira etapa do trabalho consistiu em entrevistas, que foram transcritas e enviadas aos participantes via E-mail, os quais analisaram suas falas e editaram as suas opiniões no texto. Os entrevistados destacaram algumas falhas relacionadas ao estágio, dentre elas, a forma como o mesmo é desenvolvido e conduzido, além da pouca disponibilidade de carga horária na escola. Quanto ao PIBID, os entrevistados reconheceram que o período em que o bolsista de iniciação à docência participa de vivências na escola é bem superior ao período em que participa no estágio. A opinião dos colaboradores deixou evidente que o PIBID pode proporcionar uma formação diferenciada por meio da prática, preenchendo, de certa forma, algumas lacunas que ainda existem nos currículos dos cursos de licenciatura, sobretudo no que diz respeito aos estágios e à preparação dos estudantes para a prática docente.

Palavras-chave

Iniciação à docência. PIBID. Estágio Supervisionado.

Texto completo:

PDF