FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM MODELAGEM MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA BRASILEIRA: QUESTÕES EMERGENTES

Autores

  • Tiago Emanuel Klüber

DOI:

https://doi.org/10.17648/educare.v12i24.15281

Palavras-chave:

Formação de Professores, Modelagem Matemática, Modelos de Formação

Resumo


A formação de professores para o trabalho em Modelagem Matemática é uma temática que se tornou relevante e se alavancou a partir de 2001 na Educação Matemática Brasileira. Em outras palavras, passou a ser tematizada de modo específico e, a partir daí, dissertações e teses foram desenvolvidas. Mais de uma década depois, antigos problemas apontados permanecem e outros emergem no contexto da produção e das práticas pedagógicas da área. Nesse sentido buscamos, neste ensaio, retomar essa discussão noutra perspectiva. Inspiramo-nos no artigo de Barbosa (2001a) “Modelagem Matemática e os professores: a questão da formação” e estabelecemos apontamentos próprios, buscando avançar em relação ao já discutido pelo autor, interrogando significados por ele explicitados e agregando outros argumentos ao tema. A principal estratégia de formação de professores em Modelagem na Educação Matemática, destacada no texto, passa pela constituição de coletivos de pensamento na área.

Downloads

Publicado

25-01-2017

Como Citar

KLÜBER, T. E. FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM MODELAGEM MATEMÁTICA NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA BRASILEIRA: QUESTÕES EMERGENTES. Educere et Educare, [S. l.], v. 12, n. 24, 2017. DOI: 10.17648/educare.v12i24.15281. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/15281. Acesso em: 14 ago. 2022.

Edição

Seção

Dossiê: Modelagem Matemática na educação matemática: Cenário atual