CONSUMISMO INFANTIL, INDÚSTRIA CULTURAL E EDUCAÇÃO ESCOLAR

Autores

  • Valdecir Soligo UNIOESTE
  • José Luis Derisso UNIOESTE
  • Loeci de Morais da Conceição UNIOESTE

DOI:

https://doi.org/10.17648/educare.v12i25.17773

Palavras-chave:

Infância, Consumismo, Indústria cultural, Educação Escolar

Resumo


Ao propor uma reflexão sobre a relação entre infância e consumismo, o texto chama a atenção para os meios midiáticos que se tornaram forte instrumento de propagação de hábitos consumistas, mediante a intensificação de apelos publicitários, e para a necessidade de se problematizar a influência que tais meios exercem no universo infantil. As questões que se colocam são as de compreender os efeitos da propaganda comercial sobre o desenvolvimento de hábitos consumistas nas crianças e detectar a interferência destes hábitos no processo educativo, na medida em que criam ilusões no tocante às relações sociais ao atribuir valor desmesurado à posse de produtos que não necessariamente satisfazem necessidades concretas. Ilusões, estas, que criam, por sua vez, um ambiente favorável à alienação e à formação de uma personalidade alienada. A partir destas questões, busca-se entender, a partir de revisão bibliográfica, as possibilidades da educação escolar no sentido de contribuir para a compreensão e combate à tendência ao consumismo desenfreado na sociedade contemporânea.

Biografia do Autor

Valdecir Soligo, UNIOESTE

Doutor em Educação pela UNISINOS; Mestre em Educação pela UPF; Graduado em História e Pedagogia.

José Luis Derisso, UNIOESTE

Professor Adjunto de Fundamentos da Educação no curso de Pedagogia da Universidade do Oeste do Paraná- UNIOESTE.

Loeci de Morais da Conceição, UNIOESTE

Professora da Rede Municipal de Educação. Acadêmica do curso de Pedagogia da Universidade do Oeste do Paraná.

Downloads

Publicado

12-12-2017

Como Citar

SOLIGO, V.; DERISSO, J. L.; CONCEIÇÃO, L. de M. da. CONSUMISMO INFANTIL, INDÚSTRIA CULTURAL E EDUCAÇÃO ESCOLAR. Educere et Educare, [S. l.], v. 12, n. 25, 2017. DOI: 10.17648/educare.v12i25.17773. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/17773. Acesso em: 1 jul. 2022.