FILMES COMO ILUSTRAÇÃO OU DOCUMENTO HISTÓRICO? CINEMA E ENSINO DE HISTÓRIA

Autores

  • FLÁVIO VILAS-BÔAS TROVÃO Universidade Federal de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.17648/educare.v12i27.18369

Palavras-chave:

Cinema, Educação, Ensino de História

Resumo


O uso de filmes nas aulas de História como prática didático-pedagógica tem uma historicidade própria no Brasil. Desde os projetos de Jonathas Serrano, no Colégio Pedro II nas primeiras décadas do século XX até as recentes pesquisas sobre a relação entre Cinema e História, muitos educadores têm se utilizado de filmes e outros produtos da indústria cultural cinematográfica para ensinar História. Problematizar o uso desses materiais, considerando-os para além da ilustração didática, requer tomá-los como documentos históricos que possibilitam, também, a problematização da constituição do próprio conhecimento histórico em sala de aula. Dessa forma, o artigo pretende fazer uma análise metodológica e uma proposição didática sobre o uso de filmes nas aulas de História, a partir das discussões trazidas pela Nova História e as recentes produções acadêmicas brasileiras.

Biografia do Autor

FLÁVIO VILAS-BÔAS TROVÃO, Universidade Federal de Mato Grosso

Doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Professor Adjunto do Departamento de História  e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universiddade Federal de Mato Grosso, campus universitário de Rondonópolis.

Downloads

Publicado

20-12-2017

Como Citar

TROVÃO, F. V.-B. FILMES COMO ILUSTRAÇÃO OU DOCUMENTO HISTÓRICO? CINEMA E ENSINO DE HISTÓRIA. Educere et Educare, [S. l.], v. 12, n. 27, 2017. DOI: 10.17648/educare.v12i27.18369. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/educereeteducare/article/view/18369. Acesso em: 26 jun. 2022.