O acaso, o provável, o determinístico: como concebem e o que conhecem professores do ensino fundamental

Autores

  • Michaelle Renata Moraes de Santana Universidade Federal de Pernambuco
  • Rute Elizabete de Souza Rosa Borba Universidade Federal de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.33238/ReBECEM.2017.v.1.n.1.18558

Palavras-chave:

Probabilidade, Concepções docentes, Ensino Fundamental.

Resumo


Resumo: A formação básica em probabilidade torna-se indispensável ao cidadão nos dias de hoje e em tempos futuros, pois a sociedade contemporânea requer habilidades que permitam uma leitura ampla da realidade e capacidades de intervenção nas ações sociais e essas têm, muitas vezes, natureza probabilística. Nosso trabalho baseou-se na análise de diversos estudos, identificando as diferentes tendências quanto às noções básicas de probabilidade a serem abordadas no Ensino Fundamental. Participaram do estudo oito professores, quatro dos anos iniciais e quatro dos anos finais, que responderam ao nosso instrumento de pesquisa – uma entrevista relacionada a concepções e conhecimentos probabilísticos. Com isso, pudemos obter informações referentes aos professores, relacionando-as com suas formações iniciais. De um modo geral, pode-se afirmar que há indícios de que a formação inicial influencia na construção de concepções quanto ao ensino de probabilidade e de que se faz necessário possibilitar, durante o processo de formação de professores, discussões referentes a conhecimentos probabilísticos, de forma que os docentes adquiram autonomia para trabalhar com esse conceito, favorecendo uma aprendizagem significativa dos seus alunos.Palavras-chave: Probabilidade; Concepções docentes; Ensino Fundamental. Chance, probability and determinism: what elementary and middle school teachers conceive and what they knowAbstract: Basic learning in probability is indispensable to the citizen today and in future times, since contemporary society requires skills that allow a broad reading of reality and intervention capacities in social actions and these are often probabilistic in nature. Our research was based on the analysis of several studies, identifying the different tendencies regarding the basic notions of probability to be approached in Elementary and Middle School. Eight teachers, four of Elementary School and four of Middle school, answered our research instrument - an interview related to probabilistic conceptions and knowledge. With this, we were able to obtain information about the teachers, relating them to their initial teacher education. In general, it can be affirmed that there is evidence that initial education influences the construction of conceptions regarding the teaching of probability and that it is necessary to enable, during the teacher education process, discussions regarding probabilistic knowledge, so that teachers acquire autonomy to work with this concept, favoring a meaningful learning of their students.Keywords: Probability; Teaching concepts; Elementary and Middle School. 

Referências

BRASIL. Guia do livro didático 2007: Matemática: séries/anos iniciais do ensino fundamental/ Secretaria de Educação Básica. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática. (1º e 2º ciclos do ensino fundamental). v.3. Brasília: MEC, 1997.

BRYANT, P.; Nunes, T. Children´s understanding of probability: a literature review. Nuffield Foundation, 2012.

COUTINHO, C. Introduction aux situations aléatoires dès le Collège: de la modélisation à la simulation d’expériences de Bernoulli dans l’environnement informatique Cabri-géomètre II. 2001. 338f. Tese (Doutorado em Matemática) - Grenoble Université Joseph Fourier, França, 2001.

COUTINHO, C. Modelagem, simulação e as orientações dos PCN-EF para o ensino de probabilidade. In: SEMINÁRIO IASI DE ESTATÍSTICA APLICADA, 9, 2003, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro, 2003. s. p.

COUTINHO, C. A percepção da aleatoriedade e o ensino de probabilidades: um projeto para formação continuada de professores. In:CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 5. 2005, Porto. Anais... Porto, 2005. p. 1-15.

COUTINHO, C. Conceitos probabilísticos: quais contextos a história nos aponta? Revemat, Florianópolis, v. 2, s.n., p. 50-67, 2007.

FELISBERTO DE CARVALHO, J. I. Um estudo sobre os conhecimentos didáticos-matemáticos de probabilidade com professores de matemática dos anos finais do Ensino Fundamental. 2017. 347f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Universidade Anhanguera de São Paulo, São Paulo, 2017.

GONÇALVES, M. C. Concepções de professores e o ensino de probabilidade na escola básica. 2004. 95f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2004.

LOPES, C. A probabilidade e a estatística no ensino fundamental: uma análise curricular. 1998. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1998.

LOPES, C. O ensino de probabilidade e estatística na escola básica nas dimensões do currículo e da prática pedagógica. In: SIMPOSIO IBEROAMERICANO DE ENSEÑANZA MATEMÁTICA, 16, 2004, Castelló. Anais... Castelló: Universitat Jaume I, 2004. s.p.

LOPES, C. O desenvolvimento da Probabilidade e da Estatística. In: ENCONTRO REGIONAL DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA, 18. 2005, Campinas. Anais... Campinas: UNICAMP, 2005. s.p.

MUNIZ, C. A.; GONÇALVES, H. J. L. A educação estatística no ensino fundamental: discussões sobre a práxis de professoras que ensinam matemática no interior de Goiás. Educação Matemática em Revista, São Paulo, v. 18/19, n.12, v.18/19, p. 26-34, 2005.

NOVAES, D; COUTINHO, C. Estatística para a educação profissional. São Paulo: Atlas, 2009.

OLIVEIRA, S.; CAZORLA, I. Ensinando probabilidades no ensino fundamental. Educação Matemática em Revista, São Paulo, v. 24, n.13, v.24, p. 3-6, 2008.

PIAGET, J.; INHELDER, B. La genése de l’idée de hasard chez l’enfant. Madrid, 1951.

SANTANA, M.; BORBA, R. Como a Probabilidade tem sido abordada nos livros

didáticos de Matemática de anos iniciais de escolarização. In: ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 10, 2010, Salvador. Anais... Salvador, 2010. s.p.

SANTANA, M. O acaso, o provável, o determinístico: concepções e conhecimentos probabilísticos de professores do Ensino Fundamental. 2011.96f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.

Downloads

Publicado

21-12-2017

Como Citar

SANTANA, M. R. M. de; BORBA, R. E. de S. R. O acaso, o provável, o determinístico: como concebem e o que conhecem professores do ensino fundamental. Revista Brasileira de Educação em Ciências e Educação Matemática, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 84–103, 2017. DOI: 10.33238/ReBECEM.2017.v.1.n.1.18558. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/rebecem/article/view/18558. Acesso em: 17 out. 2021.