Contribuições das pesquisas em ensino de ciências e matemática atinentes à produção escrita

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33238/ReBECEM.2021.v.5.n.2.27241

Palavras-chave:

Produção escrita, pesquisas acadêmicas, Ensino de Ciências e Matemática.

Resumo


Resumo: Neste artigo apresentamos resultados de uma pesquisa de caráter bibliográfico, com a intenção de conhecer as investigações atinentes à produção escrita (PE) presentes em trabalhos acadêmicos da área de Ensino de Ciências e Matemática. Com o intuito de identificar em que contexto de investigação a produção escrita foi empregada e como os autores desses trabalhos compreendem o termo produção escrita, utilizamos os procedimentos metodológicos da Análise de Conteúdo para selecionar e analisar 65 Dissertações e 17 Teses. Como resultados, evidenciamos que as pesquisas em Ensino de Ciências e Matemática utilizaram a produção escrita como instrumento de aprendizagem ou como instrumento formativo, uma vez que objetivaram investigar os conhecimentos mobilizados pelos sujeitos que realizaram a PE ou estiveram relacionadas à aprendizagem docente dos sujeitos que analisaram ou realizaram a PE. Constatamos, também, que a produção escrita apresentada nesses trabalhos acadêmicos consistiu em registros escritos, desenhos, representações geométricas, colagens e resoluções matemáticas.Palavras-chave: Produção escrita; Pesquisas acadêmicas; Ensino de Ciências e Matemática. Contributions of research in science and mathematics teaching related to writtten productionAbstract: In this article, we present results of a bibliographic research with the intention of knowing the investigations related to the written production in academic research in the area of Science and Mathematics Teaching. In order to identify in which research context was employed the written production and how the authors of these works understood written production, we used the methodological procedures of Content Analysis to select and analyze 65 Dissertations and 17 Theses. As a result, we found that research in Science and Mathematics Teaching used written production as a learning tool or as a training tool, since they investigated the knowledge mobilized by the subjects who carried out the written production, or were related to the teaching learning of the subjects who analyzed or carried out the written production. We also verified that the written production presented in these academic works consisted of written records, drawings, geometric representations, collages and mathematical resolutions.Keywords: Written production; Academic research; Science and Mathematics Teaching. 

Biografia do Autor

Jeferson Ferreti Ribas, Universidade Estadual de Londrina

Universidade Estadual de LondrinaDoutorando do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação Matemática

Fabiele Cristiane Dias Broietti, Universidade Estadual de Londrina - UEL, Londrina, PR, Brasil

Universidade Estadual de LondrinaPrograma de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Educação MatemáticaDepartamento de Química

Referências

ALVES, R. M. F. Uma análise da produção escrita de alunos do Ensino Médio em questões abertas de Matemática. 2006. 158 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2006.

ANDRADE, L. C. O desenho como expressão no aprendizado infantil: caminhos e possibilidades. 2005. 126 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Campo Grande, 2005.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BARRERA, S. D.; SANTOS, M. J. Produção escrita de narrativas: influência de condições de solicitação. Educar em Revista, Curitiba, n. 62, p. 69-85, 2016.

BASTOS, C. L. de. Representações em Matemática: Observações para o Ensino e a Aprendizagem em Geometria. 2016. 77 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional) – Instituto de Matemática e Estatística, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2016.

BLASIS, E. Avaliações em Larga Escala: contribuições para a melhoria da qualidade na educação. Cadernos Cenpec, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 251-268, 2013.

BONI, K. T.; LABURÚ, C. E.; CAMARGO FILHO, P. S. A teoria dos campos conceituais e a diversidade representacional: Leituras convergentes para a Educação Matemática e Científica. Vidya, Santa Maria, v. 38, n. 1, p. 75-90, 2018.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018.

BURIASCO, R. L. C. Avaliação em Matemática: um estudo das respostas de alunos e professores. 1999. 238 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília, 1999.

CELESTE, L. B. A produção escrita de alunos do Ensino Fundamental em questões de Matemática do PISA. 2008. 96 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2008.

DUVAL, R. Semiosis y pensamiento humano: registros semióticos y aprendizajes intelectuales. Santiago de Cali: Peter Lang, 2004.

FERREIRA, N. S. de A. As pesquisas denominadas “Estado da Arte”. Educação e Sociedade, Campinas, v. 23, n. 79, p. 257-272, 2002.

GIL, A. C. Como elaborar Projetos de Pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

HENRIQUES, A.; PONTE, J. P. da. As Representações como suporte do raciocínio Matemático dos alunos quando exploram Atividades de Investigação. Bolema, Rio Claro, v. 28, n. 48, p. 276-298, 2014.

JACOMELLI, K. Z. A linguagem natural e a linguagem algébrica: nos livros didáticos e em uma classe de 7ª série do Ensino Fundamental. 2006. 175 f. Dissertação (Mestrado em Educação Científica e Tecnológica) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2006.

KLEIN, T. A. da S.; LABURÚ, C. E. Multimodos de representação e teoria da aprendizagem significativa: possíveis interconexões na construção do conceito de biotecnologia. Revista Ensaio, Rio de Janeiro, v. 14, n. 2, p. 137-152, 2012.

LABURÚ, C. E.; BARROS, M. A.; SILVA, O. H. M. da. Multimodos e múltiplas representações, aprendizagem significativa e subjetividade: três referenciais conciliáveis da Educação Científica. Ciência e Educação, Bauru, v. 17, n. 2, p. 469-487, 2011.

LABURÚ, C. E.; FARIA, R. A. de. Coordenação e multiplicidade representacional em uma atividade de Função do 1º Grau. Revista Paranaense de Educação Matemática, Campo Mourão, v. 7, n. 13, p. 61-86, 2018.

LIMA, V. W.; FERRETTI-SOARES, V. A. de S.; SILVEIRA, E. L. A produção escrita no Ensino Fundamental: o quê, como e para quem se escreve? Confluência, Rio de Janeiro, n. 47, p. 261-284, 2015.

LOPEZ, J. M. S. Análise interpretativa de questões não-rotineiras de Matemática. 2010. 141 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2010.

MELO, N. R. V. de. Experimentos verdes em Química Orgânica: uma proposta de aplicação do método da Estrela Verde para o curso Técnico em Química. 2019. 108 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação e Docência) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2019.

NOGARO, A.; PORTO, A. P. T.; PORTO, L. T. A produção escrita e a formação de professores. Revista Educação (UFSM), Santa Maria, v. 44, p. 1-25, 2019.

OLIVEIRA, J. R. S. de. Contribuições e abordagens das atividades experimentais no Ensino de Ciências: reunindo elementos para a prática docente. Acta Scientiae, Canoas, v. 12, n. 1, p. 139-153, 2010.

PEDROCHI JUNIOR, O. Avaliação como oportunidade de aprendizagem em Matemática. 2012. 56 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2012.

PEREIRA, F. F.; DALTO, J. O. Tarefas de Análise da Produção Escrita: uma proposta de curso de extensão. Londrina/Cornélio Procópio: Universidade Tecnológica Federal do Paraná, 2019. (Produto Educacional).

PILLAR, A. D. Desenho e escrita como sistemas de representação. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996.

RIBAS, J. F.; BROIETTI, F. C. D. Um estudo da produção escrita de estudantes do Ensino Médio em questões de Ciências do PISA. Amazônia – Revista de Educação em Ciências e Matemática, Belém, v. 16, n. 36, p. 244-262, 2020.

SANTOS, E. R. dos. Análise da produção escrita em Matemática: de estratégia de avaliação a estratégia de ensino. 2014. 157 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2014.

SILVA, G. dos S. e. Um olhar para os processos de aprendizagem e de ensino por meio de uma Trajetória de Avaliação. 2018. 166 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2018.

SILVA, M. C. N. Do observável para o oculto: Um estudo da produção escrita de alunos da 4ª. Série em questões de Matemática. 2005. 130 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2005.

SOUZA, E. C. O conhecimento de si: narrativas do itinerário escolar e formação de professores. 2004. 344 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2004.

STANZANI, E. de L. Saberes Docentes e a prática nos estágios: possibilidades na formação do futuro professor de Química. 2018. 251 f. Tese (Doutorado em Educação para a Ciência) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Bauru, 2018.

WARTHA, E. J.; REZENDE, D. de B. As representações no ensino de química na perspectiva da semiótica peirceana. Educação Química en Punto de Vista, Foz do Iguaçu, v. 1, n. 1, p. 181-202, 2017.

Downloads

Publicado

31-08-2021

Como Citar

RIBAS, J. F.; BROIETTI, F. C. D. Contribuições das pesquisas em ensino de ciências e matemática atinentes à produção escrita. Revista Brasileira de Educação em Ciências e Educação Matemática, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 344–380, 2021. DOI: 10.33238/ReBECEM.2021.v.5.n.2.27241. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/rebecem/article/view/27241. Acesso em: 4 dez. 2021.

Edição

Seção

Pesquisa