Estudo qualitativo para discutir como tecnologias de informação e comunicação se relacionam com formação docente

Autores

  • Alessandro Rodrigo Zanato
  • Dulce Maria Strieder
  • Terezinha Aparecida Campos

DOI:

https://doi.org/10.33238/ReBECEM.2021.v.5.n.3.28511

Resumo


Considera-se que as Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) interferem e mediam os processos comunicativos, inclusive em sala de aula. Assim buscou compreender se a formação docente empodera para o uso das TICs em sala de aula. Para isso, foi realizada uma pesquisa de campo com 30 professores da rede pública de Cascavel/PR, sendo que os dados foram coletados através de entrevistas, posteriormente, agrupadas e analisados por meio da Técnica de Análise de Conteúdo. Constatou-se que, dos 30 professores entrevistados, 26 são especialistas. Porém, parece haver certo descompasso entre a formação e atuação, visto que, vários fatores podem tornar este professor um sobrevivente do sistema vigente, o que dificulta a inserção das TICs na sala aula. Infere-se que, o uso da TICs em sala de aula deve estar atrelado a formação docente, visto que mudanças na sociedade da era tecnológica exigem um professor com formação sólida.

Referências

ALVES, L. R.; GIACOMINI M. A.; TEIXEIRA, V. M.; HENRIQUES, S. H.; CHAVES, L. D. P. Reflexões sobre a formação docente na pós-graduação. Esc. Anna Nery: Revista de Enfermagem [online], Rio de Janeiro, v. 23, n. 3, p.1-7, 2019. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452019000300503&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 13 dez. 2020.

ARAÚJO, M. V.; BARROS, D. Formação de professores, currículo e práticas pedagógicas no município de Aquiraz. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. São Paulo, Ano 4, Ed. 5, v.6, p. 56-201, mai., 2019. Disponível em: <https://www.nucleodoconhecimento.com.br/pedagogia/praticas-pedagogicas>. Acesso em: 13 dez. 2020.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1997.

BRASIL. Ministério de Educação. Plano Nacional de Educação. 2014. Disponível em: <https://pne.mec.gov.br/>. Acesso em: 10 dez. 2020.

CANÁRIO, R. Mudar as escolas: o papel da formação e da pesquisa. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 1991.

COSTA, C.S.; MATTOS, F.R. Tecnologia na sala de aula em relatos de professores. Curitiba: CRV, p. 202, 2016, (Série: Recursos Didáticos Multidisciplinares, v. 1).

COSTA, M.C.; SOUZA, M.A.S. O uso das TICs no processo ensino e aprendizagem na escola alternativa “lago dos cisnes”. Revista Valore, Volta Redonda, 2 (2): 220-235, ago./dez. 2017. Disponível em: https://www.cp2.g12.br/blog/mpcp2/files/2017/04/Tecnologia-na-Sala-de-Aula-em-Relatos-de-Professores-ilovepdf-compressed.pdf. Acesso em: 12 nov.2020.

FELDMANN, M.G. (Org.). Formação de professores e escola na contemporaneidade. São Paulo: Editora SENAC, 2009.

GATTI, B.A. Formação de professores no Brasil: características e problemas. Educ. Soc., Campinas, v. 31, n. 113, p. 1355-1379, out./dez. 2010.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 7ª. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

LIBÂNEO, J.C. Organização e Gestão da Escola – teoria e prática. Goiânia/GO: Alternativa, 2004.

MALACARNE, V. Os professores de química, física e biologia da região oeste do Paraná: formação e atuação. 2007. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: <https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-14062007-164949/pt-br.php>. Acesso em: 10 nov. 2020.

MELLO, G.N. Formação inicial de professores para a educação básica: uma (re)visão radical.São Paulo Perspec., São Paulo, v. 14, n. 1, p. 98-110, mar. 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88392000000100012&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 10 nov.2020.

MERCADO, L.P. Formação continuada de professores e novas tecnologias. Maceió/AL: Edufal, 1999. Disponível em: <http://www.repositorio.ufal.br/handle/riufal/1324>. Acesso em 10 nov. 2020.

MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 10ª Ed. São Paulo/SP, HUCITEC, 2007.

MORAN, J.M. A educação que desejamos: novos desafios e como chegar lá. Campinas/SP: Papirus Editora, 2007.

MOURA, E.; BRANDÃO, E. Uso das tecnologias digitais na modificação da prática educativa escolar. Revista Científica Fazer, s/l, v. 1, n. 1, p.1-17, 2013. Disponível em: <https://docplayer.com.br/5008361-O-uso-das-tecnologias-digitais-na-modificacao-da-pratica-educativa-escolar-use-of-digital-technologies-in-education-school-modification-of-practice.html>. Acesso em: 15 nov.2020.

PARANÁ. Boletim. Resultados do Censo Escolar. Curitiba/PR, n. 6, jun./jul. 2014.

RAMOS, M.; COPPOLA, N.C. O uso do computador e da internet como ferramentas pedagógicas, 2008/2009. Disponível em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2551-8.pdf> Acesso em: 09 dez. 2020.

ROSTAS, M.H.S.G. Formação de professores: aspectos de um processo em construção. Rev. Int. de Form. de Professores (RIFP), Itapetininga, v. 4, n.2, p. 169-185, abr./jun., 2019. Disponível em: . Acesso em: 09 dez. 2020.

SILVA, P.H.G. Educação na contemporaneidade: as mídias digitais como processo de ensino/aprendizagem na cibercultura. 2018. Dissertação (Mestrado em Docência para a Educação Básica), Universidade Estadual Paulista. Faculdade de Ciências, Bauru, 2018. Disponível em: <https://repositorio.unesp.br/bitstream/handle/11449/180794/silva_phg_me_bauru.pdf?sequence=3&isAllowed=y>. Acesso em: 10 dez. 2020.

Downloads

Publicado

28-12-2021

Como Citar

RODRIGO ZANATO, A. .; MARIA STRIEDER, D. .; APARECIDA CAMPOS, T. . Estudo qualitativo para discutir como tecnologias de informação e comunicação se relacionam com formação docente. Revista Brasileira de Educação em Ciências e Educação Matemática, [S. l.], v. 5, n. 3, p. 489–501, 2021. DOI: 10.33238/ReBECEM.2021.v.5.n.3.28511. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/rebecem/article/view/28511. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Pesquisa