Estado do conhecimento sobre as representações nos livros didáticos de química: um levantamento para o período de 2010 a 2021

Autores

  • Bruna de Paula Rezende
  • Ana Carolina Araújo da Silva

DOI:

https://doi.org/10.33238/ReBECEM.2021.v.5.n.3.28507

Resumo


Nos últimos anos, diversas pesquisas vêm sendo realizadas utilizando os Livros Didáticos (LDs) como principal conteúdo de análise. Essas pesquisas contribuem, significativamente, para diferentes áreas de estudo, mas sinalizam, fragilidades. O objetivo deste artigo é mapear os principais referenciais teóricos utilizados nas pesquisas acerca das representações na área de Educação em Ciência, realizadas no Brasil entre 2010 e 2020. Para tanto, foram pesquisados periódicos de cinco revistas e anais de dois eventos nacionais: QNEsc, REDEQUIM, IENCI, Educação Química en Punto de Vista, Ensaio, ENPEC e ENEQ. Para atingir tal objetivo, utilizamos os pressupostos teóricos da análise de conteúdo. Realizamos a pesquisa por meio dos seguintes descritores: representação, representações e multimodalidade. Identificamos que a semiótica de Peirce é a referência mais utilizada. Este estudo revela um grande número de trabalhos encontrados para os descritores de pesquisa, porém um número menor é identificado quando se trata do estudo das representações nos LDs.

 

Referências

ANDRE, M. Pesquisa em educação: buscando rigor e qualidade. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 02, n. 113, p. 51-64, 2001.

ASSIS, S. S.; PIMENTA, D. N.; SCHALL, V. T. A dengue e suas representações visuais nos livros didáticos e materiais educativos impressos. In: VIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA, 8. 2011, Campinas. Anais [...]. Campinas: UNICAMP, 2011. Disponível em: <http://www.santoandre.sp.gov.br/biblioteca/bv/hemdig_txt/140916003e.pdf >. Acesso em: 23 jun. 2021.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1995.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação. Porto: Porto Editora, 1994.

CANCIAN, C. C. B.; RAMOS, R. C. A. N. Estudo semiótico de imagens sobre Ligações Químicas em livros didáticos para o 1º ano do Ensino Médio. Educação Química en Punto de Vista, Foz do Iguaçu, v. 3, n. 1, p. 1-17, 2019.

CAVALCANTE, R. B.; CALIXTO, P.; PINHEIRO, M. M. K. Análise de conteúdo: considerações gerais, relações com a pergunta de pesquisa, possibilidades e limitações do método. Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, v.24, n.1, p. 13-18, 2014.

COUTINHO, F. Â.; SOARES, A. G. Restrições cognitivas nos Livros Didáticos de Biologia: um estudo a partir do tema “Ciclo de Nitrogênio”. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v. 12, n. 02, p. 137-150, 2010.

DUVAL, R. Ver e Ensinar Matemática de Outra Forma – Entrar no Mundo Matemático de Pensar: Os registros de Representações Semióticas. 1ªed. São Paulo: PROEM, 2011.

FERREIRA, N. S. A. As pesquisas denominadas “estado da arte”. Revista Educação e Sociedade, São Paulo, s/v, n.79, p. 257-272, 2002.

FRANCO, M. L. P. B. Análise de Conteúdo. 2ª ed. Brasília: Liber Livro Editora, 2005.

GORRI, A. P. Modelos e Representações em Química Orgânica no Ensino Superior: Contribuições da Epistemologia de Mario Bunge. In: XVIII ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO DE QUÍMICA, 18. 2016, Florianópolis. Anais [...]. Florianópolis: UFSC, 2016. Disponível em: <https://www.eneq2016.ufsc.br/anais/resumos/R2218-2.pdf>. Acesso em: 23 jun.2021.

KEILER, G. P.; GALEMBECK, E. Representações Externas em um Livro de Bioquímica Básica. In: X ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA, 5. 2015, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Abrapec, 2015. Disponível em:

<http://www.abrapecnet.org.br/enpec/x-enpec/anais2015/resumos/R1121-1.PDF>. Acesso em: 20 mai. 2021.

MARTINS, I. Analisando livros didáticos na perspectiva dos estudos do discurso: compartilhando reflexões e sugerindo uma agenda para a pesquisa. In: MARTINS, I.;

GOUVÊA, G.; VILANOVA, R. O livro didático de ciências contextos de exigência, critérios de seleção, práticas de leitura e uso em sala de aula. Rio de Janeiro: Dossiê Unicamp, p. 9-30, 2012.

OLIVEIRA, E.; ENS, R. T.; ANDRADE, D. B. S. F.; MUSSIS, C. R. Análise de Conteúdo e Pesquisa na área da educação. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n. 9, p.11-27, 2003.

ORNEK, F. Models in Science Education: Applications of Models in Learning and Teaching Science. International Journal of Environmental & Science Education, s/l, v. 3, n. 2, p. 35-45, 2008.

QUADROS, A. L.; PENA, D. M. B.; BOTELHO, M. L. S. T. As Representações Multimodais: construto teórico. In: QUADROS, A. L. (Org.). Representações Multimodais no Ensino de Ciências: compartilhando experiências. 1ª ed. Curitiba: Editora CRV, p. 15-30, 2020.

REGO, S. C. R. Representação da realidade em imagens de livros didáticos de Física. In: X ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA, 10 2015, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: ABRAPEC, 2015. Disponível em:

<http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R0659-1.pdf >. Acesso em: 20 mai. 2021.

ROZENTALSKI, E. F.; PORTO, P. A. Imagens de orbitais em livros didáticos de química geral no século XX: uma análise semiótica. Investigações em Ensino de Ciências, Porto Alegre, v. 20, n. 1, p. 181-207, 2015.

SOARES, M. B.; MACIEL, F. P. Alfabetização. Brasília-DF: MEC/INEP/Comped, 2000.

SCHÖNBORN, K. J.; ANDERSON, T. R. The importance of visual literacy in the education of biochemists. Biochemistry and Molecular Biology, Estados Unidos, v. 34, n. 2, p. 94–102, 2006.

SOUZA, A. H. S.; VIEIRA, R. D., MELO, V. F. Atividades argumentativas em livros didáticos de Física do PNLD 2015: o incentivo ainda é escasso. Revista de Educação em Ciências e Matemática, Amazonas, v. 13, n. 25, p. 100-115, 2016.

SOUZA, K. A. F. D.; PORTO, P. A. Estratégias visuais na construção de uma realidade química: análise semiótica das ilustrações em livros didáticos ao longo do século XX. In: VIII ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA, 8. 2011, Campinas. Anais [...]. Campinas: UNICAMP, 2011. Disponível em:

< http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/viiienpec/resumos/R0929-1.pdf >. Acesso em: 15 jul. 2021.

SOUZA, K. A. F. D.; PORTO, P. A. Interação, interpretação e representação: análise semiótica de obstáculos textuais e imagéticos presentes em livros didáticos de química. In: IX ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIA, 9. 2013, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: ABRAPEC, 2013. Disponível em:

<http://abrapecnet.org.br/atas_enpec/ixenpec/atas/resumos/R1603-1.pdf >. Acesso em: 15 jul. 2021.

TENOPIR, C.; KING, D. W. A importância dos periódicos para os trabalhos científicos. Revista de Biblioteconomia de Brasília, Brasília, v. 25, n. 01, p. 15-26, 2001.

Downloads

Publicado

28-12-2021

Como Citar

BRUNA DE PAULA REZENDE; ANA CAROLINA ARAÚJO DA SILVA. Estado do conhecimento sobre as representações nos livros didáticos de química: um levantamento para o período de 2010 a 2021. Revista Brasileira de Educação em Ciências e Educação Matemática, [S. l.], v. 5, n. 3, p. 502–524, 2021. DOI: 10.33238/ReBECEM.2021.v.5.n.3.28507. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/rebecem/article/view/28507. Acesso em: 24 jan. 2022.

Edição

Seção

Pesquisa